Nova cobertura para horticultura diminui tempo de preparo

MODERNIZAÇÃO

Nova cobertura para horticultura diminui tempo de preparo

Tecnologia visa diminuir tempo de abertura e fechamento das estufas
Por: -Leonardo Gottems
636 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Uma equipe de pesquisadores do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) e do Comitê Argentino de Plásticos para a Produção Agrícola (Cappa) está estudando um sistema de cobertura para horticultura, que diminui em até 40% o tempo de preparo do solo e gera menos impacto ambiental. De acordo com eles, o objetivo é otimizar os processos em áreas onde a natureza não é favorável para determinado tipo de cultivo. 

"Essas posições de trabalho, avaliadas durante o tempo de abertura e fechamento de túneis de lona tradicionais, são os fatores de risco mais importantes para doenças músculo-esqueléticas", disse Sergio Justianovich, especialista em design industrial INTA região da IPAF Pampas. 

Projetado pelo Instituto Técnico de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Agricultura Familiar do INTA, o novo sistema de cobertura melhora as condições de trabalho nas propriedades frutihortícolas, porque utiliza menos plástico, o que implica em um menor impacto ambiental e diminui o tempo necessário para abrir e fechar o sistema. 

"O design é bom para o meio ambiente, requer menos tempo para o produtor trabalhar e reduz o esforço físico", disse Justianovich. “É uma alternativa válida e sustentável para o trabalho manual funcionar mais e em menos tempo”, acrescenta ele. 

Neste sentido, Fernando Ocampo, especialista do INTA, disse que durante a avaliação de campo foi registrado que o tempo de abertura e fechamento do sistema proposto é significativamente reduzido: "No sistema tradicional, duas pessoas precisam 130 minutos de trabalho, enquanto, em alternativa, o tempo consumido é reduzido para 76 minutos". Ele acrescentou: "É até 40% menos tempo e esforço físico do trabalhador", conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink