Nutrição animal

Novas publicações abordam nutrição e sanidade de caprinos e ovinos

Resultados de pesquisas sobre nutrição e sanidade de caprinos e ovinos já estão à disposição do público em cinco novas publicações da Embrapa
Por:
110 acessos

Resultados de pesquisas sobre nutrição e sanidade de caprinos e ovinos já estão à disposição do público em cinco novas publicações da Embrapa. Em destaque, estudos sobre a resistência de organismos causadores da mastite caprina e experimentos sobre nutrição animal, que incluem análise sobre efeitos de creep feeding e soro de leite bovino na alimentação dos animais e resultados da técnica de microhistologia para identificar forrageiras consumidas por rebanhos de ovinos na caatinga.

O Comunicado Técnico “Sensibilidade antimicrobiana de Staphylococcus aureus isolados no leite de cabras com mastite subclínica”  apresenta resultado de testes de sensibilidade, em laboratório, de resistência de microrganismos causadores da doença. O estudo alerta para a possibilidade de a administração indiscriminada de antibióticos provocar resistência e menor êxito no tratamento da mastite, reforçando a necessidade de adoção de boas práticas agropecuárias para melhor controle da doença nos rebanhos.

Duas das novas publicações são de avaliações do uso do creep feeding [prática de alimentação privativa para suplementação de cordeiros em fase de aleitamento] em dietas de cordeiros da raça Morada Nova. No experimento que gerou o Comunicado Técnico “Efeito do creep feeding sobre as características qualitativas da carne de cordeiros Morada Nova”, a idade do abate não alterou dureza, suculência, aroma e aceitação global da carne de cordeiros da raça, abatidos em diferentes idades (dos 105 aos 189 dias de vida).
 
Já no Comunicado Técnico “Desempenho e características quantitativas das carcaças de ovinos Morada Nova”, a pesquisa avaliou, também em cordeiros da raça Morada Nova, o desempenho e as características das carcaças com ou sem suplementação de creep feeding no período de aleitamento, abatidos em diferentes idades. A alternativa mostrou-se vantajosa, uma vez que o peso ao desmame foi superior aos que não receberam a suplementação alimentar.

“Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de pequenos ruminantes no Semiárido nordestino” é o título de Comunicado Técnico referente a pesquisa que avaliou o soro como alternativa aos alimentos concentrados tradicionais na alimentação de pequenos ruminantes (como milho, farelo de soja, torta de algodão). O uso do soro evita desperdício do produto nas propriedades rurais e pode baratear os custos de terminação de ovinos e caprinos.

A outra publicação lançada é a Série Documentos: “Microhistologia para identificação de plantas forrageiras consumidas por ovinos na caatinga: coleta de amostras e preparo de lâminas fecais e de referência vegetal” . A técnica de microhistologia é útil para estimar, de forma não invasiva, a dieta selecionada pelos animais em pastagens, permitindo coletas de longo prazo e respeitando o hábito de pastejo e o bem-estar. A partir da identificação de tecidos vegetais nas fezes dos animais, é possível identificar aspectos qualitativos da dieta selecionada.

Para encontrar mais publicações da Embrapa Caprinos e Ovinos, clique em: https://www.embrapa.br/caprinos-e-ovinos/publicacoes

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink