Novo inseticida completa pacote de tratamento de sementes

CINELLI

Novo inseticida completa pacote de tratamento de sementes

Controla insetos mastigadores e favorece germinação, vigor e estabilidade ante clima
Por: -Leonardo Gottems
3550 acessos

A Rotam do Brasil anunciou esta semana o lançamento do inseticida Cinelli 250 FS, que integra o programa de tratamento de sementes TS Rotam. Trata-se de um inseticida à base do princípio ativo Fipronil que, segundo a fabricante, se destaca no controle de insetos mastigadores, auxilia fortemente na manutenção de germinação e vigor e ainda contribui para a estabilidade de eficiência em adversidades climáticas. 

“Este novo produto completa o quadro de proteção do nosso programa e com certeza dá mais segurança ao produtor que optar pelo tratamento das sementes, tornando a Rotam uma das empresas com portfólio mais completo quando se pensa em inseticidas”, destaca Lucas Ferreira, Coordenador de Marketing Brasil da Rotam. 

O programa da TS Rotam é indicado para as culturas do arroz, algodão, cana de açúcar, trigo, feijão, soja e milho. De acordo com a empresa, o pacote de tratamento garante “mais proteção” da semente no solo caso a semeadura ocorra com períodos de instabilidade climática ou ataque de pragas e doenças. 

“Dentro desse programa, o agricultor tem maior garantia de germinação, vigor e sanidade das plantas”, destaca o Ferreira. O TS Rotam inclui, além do Cinelli, o inseticida sistêmico do grupo dos neonicotinóides Saluzi 600 FS (Imidacloprid), que possui formulação específica para proteger as plantas das pragas iniciais de solo e parte aérea como mosca-branca, pulgão do algodoeiro e percevejo barriga verde. 

Além destes, o pacote combina ainda o inseticida Saddler 350 SC (Thiodicarb), do grupo dos químicos dos carbamatos. De acordo com a dabricante, o produto combate, por exemplo, os temidos nematoides-de-galha e nematoides-das-lesões, lagartas elasmo e cigarrinha das pastagens. 

A eficácia do Programa de TS Rotam foi testada pelos pesquisadores da empresa na área experimental na localidade de Arthur Nogueira (SP). O ensaio avaliou a combinação de Saluzi 600 FS, Cinelli 250 FS e Saddler 350 SC no tratamento de sementes de milho para controle de Percevejo-barriga-verde em milho (Dichelops sp.) em condição de altíssima pressão. 

“Nosso resultado foi de apenas 20% das plantas atacadas pelo percevejo. O menor índice dentre os produtos avaliados e a testemunha. Já na testemunha o ataque chegou há 75%, aos três dias após a emergência. O maior índice entre os tratamentos”, completa Carlos Guarnieri, Técnico Sênior da Estação Experimental e também um dos autores do estudo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink