AGROQUÍMICOS

Novo inseticida controla broca-do-café

Inseto é umas das pragas mais agressivas e principal problema dos cafezais
Por: -Leonardo Gottems
3655 acessos

O recém registrado inseticida Verismo (Nome Técnico: Metaflimizona) é a nova alternativa para o manejo da broca-do-café (Hypothenemus hampei). O inseto é considerado umas das pragas mais agressivas e o principal problema dos cafezais brasileiros, provocando a perda de peso e interferindo na qualidade dos grãos. 

“A Basf inova mais uma vez ao oferecer uma solução com um novo princípio ativo pertencente ao grupo químico semicarbazone para a cultura do café. Com uma tecnologia única no mercado, o inseticida Verismo apresenta alta eficiência de controle e ação rápida sobre o inseto, contribuindo para mais qualidade e rentabilidade nos cafezais”, afirma André Cruz, gerente de Marketing Café da multinacional Basf. 

De acordo com a fabricante, produto surge como uma importante opção na rotação de ingredientes ativos para o manejo de resistência da broca-do-café. Segundo a Basf, é indicado para o período de frutificação do cultivo, quando a praga atingir o nível de infestação entre 1% a 3% de frutos brocados.

“Para potencializar a eficiência de controle da praga nas lavouras é muito importante a adoção do manejo integrado de pragas. O cafeicultor deve estar alerta e se antecipar aos fatores que podem influenciar a redução da produtividade e qualidade nos grãos. A retirada dos frutos remanescentes da colheita anterior e o monitoramento, principalmente depois da florada, combinado à utilização de inseticidas de alta performance são imprescindíveis para evitar danos significativos nos cafezais”, completa André.

Ainda de acordo com a Basf, dependendo do nível de infestação da broca-do-café, os prejuízos podem chegar, em média, a 20% no peso do café beneficiado, o que corresponde a uma perda de até 150 reais por saca. Além do Brasil o inseticida Verismo também será disponibilizado, futuramente, para outros países produtores de café como Colômbia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink