Novo programa destina R$ 2 bilhões para fortalecer cooperativas

Agronegócio

Novo programa destina R$ 2 bilhões para fortalecer cooperativas

O limite de financiamento é de R$ 25 mil por associado. Já o limite por cooperativa foi estabelecido em R$ 50 milhões
Por:
1507 acessos
Responsável por quase 40% da produção nacional de grãos, o cooperativismo mereceu destaque no Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2009/2010, lançado nesta segunda-feira (22), em Londrina/PR. Nesta edição do plano, serão aplicados no setor R$ 2 bilhões pelo Programa de Capitalização das Cooperativas de Produção Agropecuária (Procap Agro). O programa foi criado para promover a ampliação de capital de giro e a recuperação ou a reestruturação da estrutura patrimonial das cooperativas de produção agropecuária, agroindustrial, aquícola e pesqueira.

Os recursos poderão financiar a aquisição ou integralização de cotas-parte do capital social das cooperativas. Trata-se de um investimento que o cooperado faz para ampliar o capital social ou adquirir bens e serviços. O Procap Agro também permite o aumento do capital de giro associado ou não a um projeto de investimento, além do custeio ou saneamento financeiro.

Os R$ 2 bilhões serão investidos no período de 1º de julho de 2009 a 30 de junho de 2010. O limite de financiamento é de R$ 25 mil por associado. Já o limite por cooperativa foi estabelecido em R$ 50 milhões. A linha de crédito, com taxas anuais de 6,75%, tem prazo de reembolso de até seis anos.

Competitividade - Além do novo programa, o Plano Agrícola e Pecuário inclui o aumento de R$ 1 bilhão para R$ 2 bilhões investidos pelo Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop). Os recursos vão permitir a ampliação da competitividade do complexo agroindustrial das cooperativas nacionais. Do valor total, metade será direcionada para capital de giro dissociado de investimento.

Procap-Agro - condições de financiamento

- Recursos - R$ 2 bilhões. Para capital de giro pode ser destinado até R$ 1 bilhão desse montante;

- Período de financiamento - de 1º de julho de 2009 a 30 de junho de 2010;

- Limite de crédito: Até R$ 25 mil por associado, para integralização de cotas-partes, desde que não ultrapasse o limite de R$ 50 milhões por cooperativa. Até R$ 50 milhões por cooperativa, para capital de giro, descontados do limite de financiamento para integralização de cotas-partes.

- Prazo de reembolso - até seis anos, incluídos até dois anos de carência. Taxa de juros - 6,75% ao ano.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink