Número de consumidores com energia solar dobra nos últimos 12 meses
CI
Imagem: Pixabay
NO ANO

Número de consumidores com energia solar dobra nos últimos 12 meses

Residências e empresas abastecidas pela tecnologia saltaram de 511 mil para 1,1 milhão
Por: -Eliza Maliszewski

A quantidade de unidades consumidoras abastecidas por energia solar no Brasil dobrou nos últimos 12 meses, saltando de 511 mil estabelecimentos, entre residências e empresas, em março do ano passado para 1,1 milhão neste mês, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).
 
De acordo o mapeamento, a geração própria de energia solar possui atualmente 9 gigawatts (GW) de potência instalada, com mais de R$ 48 bilhões de investimentos acumulados. Em março do ano passado, eram 4,9 GW e cerca de R$ 24 bilhões em investimentos acumulados.
 
O crescimento da energia solar no País tem, por sua vez, impulsionado os negócios de toda a cadeia produtiva do setor. No caso da Elgin, a empresa fechou o ano de 2021 com incremento de 200% na comercialização de kits de energia solar em comparação com o exercício anterior.
 
O aumento se deve à ampliação de pedidos de empresas integradoras que atuam em projetos e instalação de sistemas de energia solar em residências, comércios, indústrias e propriedades rurais no País, impulsionado sobretudo pela crise hídrica e reajustes tarifários recorrentes na conta de energia. Outro fator preponderante, foi o lançamento da plataforma própria de e-commerce, focada na comercialização de kits de energia solar para integradores parceiros, facilitando o processo de compra e dando maior agilidade no processo logístico.
 
Em 2021, os geradores residenciais lideraram os pedidos na Elgin, com 80% de participação, seguidos pelos geradores comerciais (15%) e industriais (5%). A empresa possui equipamentos instalados em todo território nacional e equipe comercial em todas as regiões do Brasil. “Por sermos fabricantes e distribuidores de equipamentos, conseguimos atender os clientes de ponta a ponta. Nossa projeção é que a divisão de energia solar se torne a mais representativa de todo o grupo até 2024”, comenta Glauco Santos, diretor da divisão solar.
 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.