Oferta restrita mantém preços do boi gordo sustentados
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,112 (0,05%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)

Imagem: Marcel Oliveira

BOI GORDO

Oferta restrita mantém preços do boi gordo sustentados

Em São Paulo, o tom foi de estabilidade na última quinta-feira (2/7), frente ao fechamento do dia anterior (1/7)
Por:
376 acessos

Em São Paulo, o tom foi de estabilidade na última quinta-feira (2/7), frente ao fechamento do dia anterior (1/7). Segundo levantamento da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo destinado ao mercado interno está firme em R$220,00/@, bruto e à vista, R$219,50/@, livre de Senar e também à vista, e em R$216,50/@, descontados o Senar e o Funrural, na mesma condição de pagamento.

O boi jovem até 30 meses, que atende às exigências do mercado chinês, é negociado em até R$225,00/@, preço bruto e à vista. Para as fêmeas, vaca e novilha, a cotação está em R$200,00/@ e R$210,00/@, respectivamente, bruto e à vista.

No Rio Grande do Sul, o mercado ganhou força em função da pouca oferta de boiadas e da boa condição das pastagens de inverno, o que deu maior poder de negociação para o pecuarista. Nesse quadro, a cotação do boi gordo subiu 1,3% na comparação feita dia a dia, e ficou cotada em R$7,70/kg, bruto e a prazo, e em R$7,60/kg, descontado os impostos ( Senar e Funrural ), também a prazo.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink