Ouse ser diferente. Como? - Por Luiz Marins

Coluna

Ouse ser diferente. Como? - Por Luiz Marins

Pense nisso. Sucesso!
Por:
78 acessos

Todo mundo fala que devemos ousar ser diferentes. Mas como?

Logo nos vem à mente fazer coisas loucas, insanas. Será isso ousar ser diferente nos dias de hoje? É claro que não!
Para ser diferente, a primeira coisa que você tem que fazer é observar o que a maioria faz, como se comporta, quais seus valores, objetivos e metas na vida.

E se você observar bem, verá que muitas pessoas hoje pensam somente em si mesmas. Querem sucesso no curto prazo. Têm medo de ser tidas como bobas e por isso evitam participar e ajudar seus colegas de trabalho. Têm medo de ser passadas para trás pelas pessoas mais “espertas”.

Se você prestar bem atenção, verá que muitas pessoas, colegas e amigos não estudam e não acreditam no valor do estudo. Leem pouco, acham perda de tempo assistir a uma aula diferente ou palestra ou mesmo em assistir um filme mais “cabeça”. Elas só pensam em banalidades e procuram coisas fáceis, divertidas e que não exijam muito o raciocínio, o pensar.

Observando melhor você verá que muitas pessoas hoje têm medo de tentar, de perguntar, de participar pra valer, de se expor em situações que não tenham total domínio.

E se você tiver um senso de observação ainda melhor, verá que as pessoas hoje, principalmente as mais jovens, não gostam de ser contrariadas; de que lhes chamem a atenção; de que lhes apontem um erro que tenham cometido. Se não for como elas querem, elas não “brincam mais” e abandonam o jogo no meio da partida. Elas não suportam perder.

Com isso as pessoas hoje são muito imaturas, pois o amadurecimento vem dos erros e acertos, dos fracassos e decepções. 

Saber lidar com as decepções e com o fracasso; não desistir; buscar soluções são o maior atestado de maturidade que existe.   E o que vemos hoje é que as pessoas não foram educadas a enfrentar desafios e fatos brutais da vida. Elas fogem, desistem, choram, procuram culpados fora de si mesmas.

Assim, ouse perguntar, participar, colaborar, ajudar outras pessoas, expor suas ideias, dar a sua opinião, discordar, falar. 

Ouse, enfim, ser diferente das pessoas que não fazem, não querem, não participam e só pensam em si mesmas.

Perca o medo de ousar fazer, ouse propor, ouse ir, ouse perguntar, ouse discordar. Com certeza você receberá muitas críticas, mas é com elas que você crescerá emocionalmente. 

Enfim, perca o medo de vencer, de ser você, de enfrentar seus medos e fantasmas que fazem com que você ande para trás e só faça o que acredita que possa agradar outras pessoas.

Mas nunca se esqueça: seja ético, moralmente defensável, com uma vida alicerçada em valores e princípios elevados.

Seja diferente!

Pense nisso. Sucesso!


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink