Para onde vão os preços da soja?
CI
Imagem: Pixabay
ANÁLISE AGROLINK

Para onde vão os preços da soja?

Expectativas de que a greve em andamento na Argentina não mostra sinais de uma conclusão
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com gráficos analisados pela equipe de analistas de mercado da Consultoria TF Agroeconômica, a projeção de preços do mercado da soja “aponta para cima”. Nesta quarta-feira (23.12), a oleaginosa tocou levemente US$ 14,00/bushel e recuou, entretanto, “tem potencial de alta”, dizem os especialistas. 

“Entre 2012 e 1024 ele já frequentou estas áreas do gráfico e poderá voltar se as condições atuais continuarem no mercado. Tudo parece indicar alta para [a Bolsa de] Chicago (CBOT) daqui para frente, mas não sabemos ainda até onde”, ressalta a Consultoria.

De acordo com eles, o mercado de soja continuou a se firmar nesta quarta-feira em meio às expectativas de que a greve em andamento na Argentina não mostra sinais de uma conclusão: “Provavelmente se estenderá até o feriado, afetando potencialmente de forma dramática as exportações de soja e farelo de soja”.

Relatórios citados pela equipe da TF sugerem que mais de cem cargas estão encalhadas nos portos argentinos devido à interrupção da greve, mas a maioria dos navios eram considerados pequenos barcos em vez de grandes cargas panamax ou supramax que dominam o transporte internacional de grãos. 

“Mas é o suficiente para criar um hiato em todo o mercado, impulsionando os futuros da soja em Chicago novamente para cima, com o contrato de janeiro marchando para perto da alta histórica de US$ 14/bu”, apontam os analistas.

A incerteza quanto às previsões meteorológicas, conclui a TF, acrescentou mais combustível ao rali, com previsões mostrando que as chuvas na América do Sul na próxima semana podem não ser tão prováveis quanto se pensava anteriormente. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink