Parceria trará gigante dos bioinseticidas para a Região Sul

ALTERNATIVA

Parceria trará gigante dos bioinseticidas para a Região Sul

“Nos antecipamos para ajudar ao produtor a fazer controle mais eficaz de lagartas"
Por: -Leonardo Gottems
2547 acessos

Um acordo comercial realizado entre a maior fabricante global de baculovírus ou defensivos agrícolas biológicos, a australo-americana AgBiTech com a distribuidora Agro 100, trará novas opções para a safra 2019/2020 na Região Sul do Brasil. A expectativa é de atingir 2 milhões de hectares de lavouras tratados com sua linha de lagarticidas. 

De acordo com o diretor-presidente da Agro 100, Renato Seraphim, a parceria comercial com a AgBiTech está ancorada na inovação proposta pela empresa australo-americana, e também no elevado potencial de crescimento do controle biológico dentro do manejo de pragas do produtor. “Nos antecipamos para ajudar ao produtor a fazer controle mais eficaz de lagartas e entendemos que a união entre a tecnologia dos químicos e a dos biológicos permitirá elevar a rentabilidade do campo”, resume Seraphim. 

Para Seraphim, a quebra da resistência da soja Intacta ou Bt constitui outro aspecto que deverá contribuir ao crescimento do mercado de baculovírus. “Chegamos quase ao limite do conhecimento em relação aos químicos. Estes exigem altos custos em pesquisa e a obtenção de registros demora, particularmente no Brasil. Novas soluções virão da genética, da nutrição e do controle biológico”, avalia ele. “Não temos dúvidas de que o mercado de baculovírus terá crescimento significativo e crescente. Tais produtos tendem a ser integrados de vez ao manejo de lagartas do produtor”, completa. 

Ele justifica a importância  alertando que o aparecimento de lagartas já no início do plantio, em regiões de soja com escassez de chuvas, pode se repetir no Sul do País em algum momento “Essa parceria certamente impulsionará o negócio da AgBiTech Brasil ao mesmo tempo que levará inovação e novas práticas de manejo para transferir mais rentabilidade ao cliente da Agro 100”, reforça Adriano Vilas Boas, diretor geral da AgBiTech na América Latina. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink