Pesquisa sobre grama pode aumentar segurança alimentar

DESCOBERTA

Pesquisa sobre grama pode aumentar segurança alimentar

"Nosso objetivo é melhorar o crescimento e o rendimento das culturas"
Por: -Leonardo Gottems
118 acessos

Um projeto de pesquisa da Universidade de Western Sydney, na Austrália, descobriu que os estudos sobre a grama comum podem ser o segredo para aumentar a produtividade de culturas de cereais e ajudar a alimentar o mundo com o aumento das temperaturas e uma população de quase 10 bilhões de pessoas até 2050. Os resultados foram publicados na revista Nature Plants. 

De acordo com os resultados, o potencial para melhorar o rendimento das colheitas de alimentos básicos, como trigo e arroz, pode se dar através do transplante de enzimas de pastagens comuns. Para o pesquisador Dr. Robert Sharwood, da Universidade Nacional da Austrália (ANU), a grama “contêm uma enzima que captura de carbono da atmosfera de forma mais eficiente do que outras plantas nas condições extremas". 

A descoberta é um desenvolvimento significativo na busca pelo uso da diversidade genética natural de gramíneas para aumentar a produtividade das culturas em resposta às preocupações de que as melhorias na produtividade geral das culturas estagnaram. "Nosso objetivo é melhorar o crescimento e o rendimento de culturas como trigo e arroz e transplantar essa enzima mais eficientemente", disse ele. 

Os pesquisadores se concentraram na enzima Rubisco, que captura dióxido de carbono do ar para iniciar a produção de açúcares que as plantas precisam para crescer. "Ficamos muito animado para encontrar uma variabilidade considerável na eficiência de Rubisco de gramíneas diferente para converter dióxido de carbono em carboidratos em uma ampla gama de temperaturas. Usando simulações matemáticas dos dados, identificamos as enzimas de Rubisco que são mais adequadas para culturas que crescem sob condições de temperaturas mais altas e mais baixas", comenta. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink