Pesquisadores avaliam alface para sistema orgânico
CI
Imagem: Divulgação Epagri
HORTALIÇAS

Pesquisadores avaliam alface para sistema orgânico

Entre elas, o cultivar Litorânea que tem como vantagem a resistência ao calor
Por: -Eliza Maliszewski

Pesquisadores da Epagri, da Estação Experimental de Itajaí (SC), trabalham em cultivares de alface para sistema orgânico. A demanda se dá pela expansão desse modelo de cultivo entre os produtores. Os trabalhos já têm duas décadas e vem trabalhando questões como controle de pragas, controle de doenças, nutrição e a seleção de cultivares.

O pesquisador Euclides Schallenberger aborda um dos gargalos da produção orgânica: “Um dos grandes problemas hoje, na área de produção orgânica de hortaliças, é a falta de sementes e mudas. As normas oficiais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) recomendam que os produtores orgânicos utilizem mudas orgânicas, vindas de sementes orgânicas. Infelizmente, há pouquíssima semente orgânica disponível hoje no mercado.”

A alface é hoje, dentre as hortaliças folhosas, a mais consumida no Brasil. Estão sendo avaliadas as características de cinco cultivares. Entre elas, o cultivar Litorânea, desenvolvido e lançado pela Epagri e um material, com potencial para ser registrado no MAPA, que foi selecionado na propriedade de um agricultor. Esse material foi selecionado pelos pesquisadores em visita técnica, que enxergaram no material, cedido pelo agricultor, características excelentes para o cultivo orgânico. Agora essa alface está sendo comparada com os demais cultivares. 

O cultivar de alface Litorânea é voltado especialmente para o sistema orgânico de produção. Schallenberger cita uma das vantagens do produto: “Essa alface é muito resistente ao calor, portanto nessa época do ano, é uma planta que não apresenta doenças e nem pragas, podendo ficar mais tempo no campo aguardando a colheita.”

Outra característica importante desse cultivar é o seu pendoamento tardio, que chega a acontecer em torno de 15 dias após outros cultivares.  O pendoamento faz parte do ciclo natural das alfaces, A planta nasce, cresce e forma o pendoamento para produzir sementes para novas mudas. Mas, assim que ela começa a pendoar, ela perde toda as características comerciais, então ela não pode estar pendoada para ir para o mercado. A alface Litorânea pode ser encontrada no mercado sendo comercializada pela empresa Isla.

O material cedido pelo agricultor ainda não foi nomeado. Schallenberger conta que as avaliações são promissoras e que a alface apresenta características muito diferentes das demais cultivares que estão no mercado. Ela tem coloração escura e por isso os pesquisadores estão avaliando se ela apresenta compostos fenólicos na sua composição, que são extremamente saudáveis para quem vai consumir. “O aspecto visual dela é muito bom e também apresenta uma forte resistência a pragas e doenças. Então é um cultivar excelente para o sistema orgânico, já que nesse sistema é proibida a utilização de qualquer agrotóxico” – explica o pesquisador.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.