Pessoa física: a nova banqueira do Agronegócio no Brasil
CI
Agronegócio

Pessoa física: a nova banqueira do Agronegócio no Brasil

Emissão da Octante e Cheminova capta mais de R$ 64 milhões
Por:
No dia 18 de dezembro, 114 pessoas físicas investiram no potencial do Agronegócio brasileiro e – de quebra – contarão com ganhos acima dos títulos de renda fixa, disponíveis no mercado, e isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos. Estes investidores adquiriram os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), com lastro em recebíveis da Cheminova, fornecedora global de defensivos agrícolas, emitidos pela Octante Securitizadora e com o Banco Votorantim como coordenador líder. O encerramento da emissão foi anunciado ontem e, além das pessoas físicas, contou com um fundo como investidor.
 
A oferta captou um montante de R$ 64.745.400,19, distribuídos em Cotas Sêniores e Mezanino. O CRA Sênior obteve classificação de risco brAAA, pela Standard & Poor’s. O vencimento dos títulos ocorrerá em 31 de julho de 2015 e a taxa de remuneração do CRA Sênior, definida em processo de bookbuilding, ficou no piso, com taxa final pré-fixada de 11,03% ao ano.
 
Esta é a 5ª emissão de CRAs realizada pela Octante que, em agosto de 2012, realizou a primeira emissão pública de CRA do mercado brasileiro totalmente voltada para investidores pessoas físicas. “O nível constante de emissões mostra um cenário de interesse continuado por papeis do Agronegócio, que tenham prazos adequados e boa classificação de risco”, analisa Martha de Sá, sócia-fundadora da Octante.
 
As iniciativas realizadas pela Securitizadora têm buscado reduzir os custos da captação, aumentar prazos e volumes e otimizar a relação garantia/volume de emissão. Acompanhe os indicadores das três emissões de CRA Cheminova:

“Um dos pontos fortes da Cheminova é sua rigorosa análise de crédito. Isso permite estruturarmos operações financeiras que sejam muito atrativas ao investidor”, destaca Luiz Antônio Guimarães, diretor financeiro da empresa.
 
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a safra brasileira de grãos em 2014 será de 186,8 milhões de toneladas. De acordo com informações e análises disponibilizadas pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), no ano safra de 2011/12, o crédito público para a agricultura comercial foi de quase R$ 110 bilhões. Porém, isto atendeu apenas 1/3 das necessidades de financiamento. Isto demonstra que as fontes públicas serão cada vez mais insuficientes e que atrair recursos privados é vital para alavancar o crescimento do Agronegócio.
 
“O CRA se mostra como uma opção interessante para reforçar o caixa e o capital de giro das empresas do setor, entre outras diversas finalidades. Foi isto o que a Cheminova fez e que se reverterá para o benefício de vários distribuidores e produtores que utilizam os produtos da companhia em suas lavouras, visando o controle de plantas daninhas, pragas e doenças. Ou seja, trata-se de um círculo virtuoso e produtivo, maior do que podemos imaginar”, finaliza Fernanda Mello, sócia da Octante e uma das responsáveis ativa por esta emissão.
 
 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink