Petróleo puxa novamente soja em Chicago
CI
Imagem: Nadia Borges
MERCADO

Petróleo puxa novamente soja em Chicago

Exportações semanais atingindo volume próximo ao máximo previsto pelo mercado, acrescentou suporte
Por: -Leonardo Gottems

Na Bolsa de Chicago, a soja fechou em forte alta novamente, puxada pela alta do petróleo, óleos vegetais e exportação, segundo informações da TF Agroeconômica. “O contrato de novembro21 da soja em grão fechou em nova alta de 0,14% ou 1,75 cents/bushel a $ 1284,50; o contrato de maio22, importante para as exportações brasileiras, fechou em alta de 0,13% ou 1,75 cents/bushel a $ 1302,75. O contrato de outubro21 de farelo de soja fechou em alta de 0,30% ou $1,0/t curta a $ 336,9. O contrato de outubro de óleo de soja fechou em alta de 1,22% ou $0,69/libra-peso a $ 57,08”, comenta. 

“O mercado de soja ganhou novo alento. O petróleo e os óleos vegetais em ascensão transmitiram firmeza ao grão. Exportações semanais atingindo volume próximo ao máximo previsto pelo mercado, acrescentou suporte. Dados  de  vendas  de  exportação  da  semana  que  terminou  em  16/9  mostraram  902.896  toneladas  de soja  foram encomendadas durante a semana que terminou em 16/9. Isso estava no limite superior das estimativas e incluiu 132k T  de  negócios  anunciados  anteriormente  para  a  China.  As  vendas  totais  para  a  China  foram  de  624k  T  durante  a semana, com as vendas de soja nos EUA de 21/22 para 10.785 MT. Isso é 47% das vendas totais pendentes, mas  as vendas para a China cairam 37% ano / ano. O total de encomendas de soja em circulação caiu 29%”, completa. 

Para o farelo de soja, os dados do USDA mostraram 45k T foram reservados para entrega 20/21 ao lado de 216.398 T reservados para 21/22. “Isso ficou abaixo da faixa para 2020/21, mas acima dos 25 - 175k T estimados para o novo no comercial.  As  vendas  futuras  agora  estão  em  2.365  MT  para  o  farelo  de  soja.  As  reservas  de óleo  de  soja  foram relatadas em 4.311 T, enquanto os analistas esperavam entre 10k T de cancelamentos ou novas vendas”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.