Piauí planeja trabalho dos agentes de desenvolvimento
CI
Agronegócio

Piauí planeja trabalho dos agentes de desenvolvimento

Sebrae e parceiros discutem atuação dos ADRS, responsáveis por levar conhecimentos importantes às pequenas propriedades
Por:
Sebrae e parceiros discutem atuação dos ADRS, responsáveis por levar conhecimentos importantes às pequenas propriedades

Teresina – Repassar conhecimentos importantes aos produtores rurais. Assim trabalham os Agentes de Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS). O plano de ação para atuação integrada desses profissionais foi discutido na segunda-feira (23), na sede do Sebrae em Picos (PI), cidade a 306 quilômetros ao sul de Teresina.


O encontro contou com a participação de analistas e consultores do Sebrae no Piauí e de representantes do Banco do Brasil e da Fundação Banco do Brasil, parceiros do projeto.

“A reunião foi importante para nortear o trabalho dos ADRS no que se refere à mobilização social e ao acompanhamento técnico dos produtores. São 47 agentes distribuídos em 43 municípios do Piauí. A atuação integrada desses profissionais facilita a distribuição de recursos e viabiliza investimentos”, informa a consultora do Sebrae no Piauí Mercês Dias.


Os ADRS agem nas cadeias produtivas da apicultura, cajucultura, mandiocultura e ovinocaprinocultura, com repasse aos produtores de técnicas e informações sobre boas práticas de manejo e gestão dos negócios.

Organizações sociais

Esses profissionais também incentivam o fortalecimento das organizações sociais como a Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido Brasileiro (Casa Apis), Central de Cooperativas de Cajucultores do Piauí (Cocajupi), Cooperativa Mista dos Produtores do Baixio (Comiba), de São José do Piauím, e Cooperativa Mista Agroindustrial de Jaicós (Coomaj).


“Os ADRS atendem aos produtores rurais e a integração será uma forma de ampliar essa assistência”, diz a analista do Banco do Brasil, Maria Pia da Glória Santos.

Segundo a assessora da Fundação Banco do Brasil, Andréa Lúcia Lara Mendes, o que se pretende é fazer com que os ADRS atuem de forma ampla, atendendo cadeias produtivas com grandes empreendimentos na região.

O trabalho dos agentes será focado na melhoria da qualidade na apicultura, cajucultura, mandiocultura e ovinocaprinocultura, para que os produtos atendam às exigências do mercado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.