Plano Safra está pronto para ser lançado, diz Tereza Cristina

Plano Safra

Plano Safra está pronto para ser lançado, diz Tereza Cristina

Ministra afirma que está confiante que o Congresso vote o projeto de crédito suplementar nesta semana
Por:
260 acessos

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse estar confiante que o Plano Safra 2019/2020 será lançado nesta semana. Tereza Cristina destacou que na terça-feira e na quarta-feira o Congresso Nacional irá analisar e votar o projeto de crédito suplementar (PLN 4/19), que inclui R$ 10 bilhões em recursos para equalização dos financiamentos do plano.

“O plano está pronto para ser lançado. Assim que a gente tiver sinalização de que o Congresso votou, é uma questão só de agenda para o lançamento, mas já começa a acontecer”, disse a ministra, após participar da abertura do One Agro, evento que reúne líderes do agronegócio, em Campinas (SP), para debater ciência e tecnologia digital, sustentabilidade e desenvolvimento e o impacto do agronegócio brasileiro no mundo.

De acordo com a ministra, o plano previsto para 2019/2020 irá oferecer novas ferramentas de acesso ao crédito para médios e grandes produtores. “Pequenos agricultores estarão absolutamente protegidos”, afirmou.

Tereza Cristina voltou a defender um modelo permanente para que o agricultor tenha previsibilidade na hora de tomar financiamento para custeio e investimento, tendo em vista que a preparação do cultivo começa com, pelo menos, seis meses de antecedência.

Na abertura do One Agro, a ministra ressaltou o aumento da produtividade agrícola brasileira aliada com a sustentabilidade. Segundo Tereza Cristina, nos últimos anos, a produção nacional cresceu 386%, com aumento de apenas 33% da área cultivada. A ministra pediu a colaboração de todos na luta contra a desinformação sobre o agronegócio, principalmente nas redes sociais.

“Não entendo por que denegrir a imagem de um setor que produz, que dá emprego e que cada vez usa mais tecnologia e tem mais preocupação com a sustentabilidade”, disse.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink