Plantadeiras estão com 15% menos desempenho
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,650 (0,50%)
| Dólar (compra) R$ 5,55 (0,74%)

Imagem: Marcel Oliveira

ESTUDO

Plantadeiras estão com 15% menos desempenho

Estudo mostrou que problema reflete na produtividade da lavoura
Por: -Eliza Maliszewski
531 acessos

O engenheiro agrônomo Flávio Marques destaca que um trabalho a campo mostrou o desempenho das plantadeiras no dia a dia. Mesmo em diferentes marcas o mesmo problema foi percebido: elas não conseguiam entregar todo o potencial. Em geral ou consumiam mais insumos ou sobrava, o que, ao final, resultava em custos e menor produção da lavoura. 

Mesmo tendo feito regulagens e treinado operadores o problema continuou o que levou o especialista a concluir que pode haver um problema de projeto. O problema no plantio pode levar a uma perda de 12 sacas de soja por hectare. Marques, que também é diretor executivo da Geração Agro, empresa de consultoria especializada em gestão de áreas críticas das propriedades rurais, destaca que discos gastos, condutor da semente danificado, articulação das rodas limitadoras de profundidade com folga, tensão da mola sem uniformidade entre as linhas, foram alguns dos problemas encontrados com freqüência, que acarretaram nesta quebra de produtividade. 

“Para se ter uma ideia, em um cliente, encontramos 31 anomalias nos equipamentos de plantio, alguns, já de fábrica. Então, quando o produtor pensa que está tudo perfeito para realizar o seu trabalho, acaba percebendo que alguns “detalhes” comprometem o resultado final”, diz. Com isso a performance ficou até 15% menor, refletindo nos ganhos.

Para o produtor é aconselhado fazer uma revisão criteriosa para conseguir melhorar a performance das plantadeiras, a fim de não ter queda na sua produtividade. Marques destaca que a  Geração Agro faz trabalho de Certificação das Plantadeiras, onde realizam todo este check list. “Cada semente que não produz uma planta é um valor que deixa de entrar na conta do produtor, e este é o verdadeiro valor de cada planta”, finaliza.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink