Portal Agrolink completa 23 anos
CI
Imagem: Arquivo
ESPECIAL

Portal Agrolink completa 23 anos

Com conteúdo especializado em agronegócio é uma das mais antigas e mais tradicionais mídias do setor
Por:

Foi no dia 22 de dezembro de 1998 que surgia o Portal Agrolink. Na época a internet ainda dava seus primeiros passos e a presença de veículos de mídia no digital era pequena.  Anos mais tarde outros veículos seguiram o mesmo caminho e hoje o Agrolink é um dos mais lidos não apenas no Brasil, como tem acessos em diversas partes do mundo por sua abrangência de assuntos e notícias voltadas ao agronegócio.

Pelo portal milhares de pessoas se informam todos os dias, com notícias atualizadas em tempo real, newsletter e informativos via whats app e redes sociais. São temas que envolvem desde agricultura, pecuária, avicultura, suinocultura, tecnologias, mundo, mercado e os diversos segmentos que compõe o setor. Pelo Agrolink o usuário também conta com a previsão do tempo atualizada no Agrotempo, pode comprar e vender produtos pelo Agrovenda ou ainda fazer cursos de qualificação em diversas áreas com o AGK EAD.

Outra seção muito visitada é o AgrolinkFito. Na página é possível pesquisar problemas da lavoura como pragas e doenças e encontrar soluções indicadas para cada situação. Atualmente são 2.705 produtos cadastrados, de 214 empresas. Trata-se de um banco interativo de agroquimicos que contabiliza, somente este ano, mais de 11.650 milhões de acessos abulas oficiais. Também conta com páginas com conteúdos especializados em assuntos como fertilizantes e produtos biológicos. O Portal é acessado de todas as regiões do Brasil e tem presença no exterior, com grande visitação vinda de outros países.

Além da cobertura dos principais eventos nacionais do agronegócio também já participou de feiras internacionais como a Eima (Itália), Anuga (Alemanha) e Farm Progress (EUA). Também tem forte presença nas redes sociais e um podcast diário exclusivo com as principais notícias do agro. 

"A instantaneidade das pesquisas, tem servido de referência para ações estratégicas de agricultores, consultores, técnicos e empresas. Preços históricos de produtos agrícolas, constituídos já a 20 anos inspirou recentemente entidades a desenvolverem bancos de informação para seus associados. A idoneidade e seriedade deste trabalho é utilizada por centenas de contratos e escritórios, como referência de negócios.  A instantaneidade também auxilia em decisões de preço e custo. Supostamente a energia elétrica e os fretes trouxeram surpresas inimagináveis este ano nos custos de commodities químicas e fertilizantes. A agricultura traz resultados que entusiasmam e preocupações que entristecem; nesta etapa do ano, seguimos acompanhando o replantio prematuro por ausência de chuvas, fato mencionado em inúmeros trabalhos do Agrotempo, nossa área de meteorologia. Agradecimento é a palavra. Aos colegas que produzem sistemas, informações tecnológicas e conteúdos jornalísticos; aos colunistas, parceiros comerciais, consultores, profissionais do ramo. Somados aos três anos de trabalhos iniciais para colocar a tecnologia no ar, são 26 anos de credibilidade e contribuição com a agricultura brasileira. Nosso norte são as novas tecnologias, biologia, agricultura circular, preocupações ambientais e de energia focados no indivíduo e suas culturas-alvo”, destaca o fundador do Portal Agrolink, Engenheiro Agrônomo, Antônio Borges. 

Veja algumas curiosidades sobre o Portal Agrolink neste ano:

TOP 10 de países que mais acessam: Brasil, EUA, Portugual, Paraguai, Alemanha, Moçambique, Argentina, Angola, Bolívia e França;

Bauru (SP), Campo Grande (MS), Petrolina (PE), Goiânia (GO) e Dourados (MS) foram as cidades brasileiras que mais acessaram o portal este ano.

Por estados os que mais acessaram, nesta ordem, são: São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Goiás. 

Na área tecnológica os problemas mais procurados em pragas e doenças foram Spodoptera Frugiperda (lagarta do cartucho), Bidens pilosa (picão preto), Conyza bonarienses (buva) e Bemisia tabaci (mosca branca).
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.