PR volta a sofrer com queda no preço da batata
CI
Agronegócio

PR volta a sofrer com queda no preço da batata

A superprodução fez o preço da saca de 50 quilos cair de R$ 70,00 para R$ 5,00
Por:

Entre a década de 70 e 80, o município de Contenda (PR), a 40 quilômetros de Curitiba, se firmou como a capital da batata. O título expressa a importância que a cultura tinha para economia da cidade, hoje com 14.500 habitantes e uma área de 350 quilômetros quadrados. A tradição do plantio vem os imigrantes europeus, principalmente poloneses que colonizaram a região e sempre foram grandes consumidores do produto.

Houve épocas em que 60% do território do município eram cobertos por lavouras de batata. Mas na década de 90, os agricultores sofreram um golpe. Com terras desgastadas e uma concorrência de peso em outros estados, a batata de Contenda não conseguiu resistir e provocou a falência de muitas famílias do município.

Alguns bataticultores tradicionais se mantiveram na atividade, com contratos que garantem o fornecimento para grandes indústrias. Mas a maioria dos produtores desistiu da batata. O agricultor Paulino Knopik é um desses. Depois de ganhar bastante dinheiro com a produção de batata, não pensa mais em investir na cultura. Ele compara os bons tempos de bataticultura com a exploração de minas de ouro.

Passados dez anos, a maioria dos pequenos e médios produtores de Contenda cometeu um erro. Eles se animaram com os bons preços da batata no ano passado e resolveram voltar a investir no produto nesta safra. O resultado foi a superprodução que fez o preço da saca de 50 quilos cair de R$ 70,00 para R$ 5,00. Nesta altura da safra, a batata está apodrecendo nas lavouras de Contenda. O custo da colheita não compensa. O agricultor Helio Kochinski diz que essa é a crise mais grave das últimas décadas.

O produtor João Klemba conta que apostou todas as fichas na batata. Agora vai ter que vender algum bem para pagar as dívidas.

Segundo o engenheiro agrônomo Maurício Lunardon, do Departamento de Economia Rural da Secretaria de Estado da Agricultura, as crises da década de 90 e desta safra têm características diferentes.

Não há ainda estimativa exata de quanto foi a área de batata plantada nesta safra em Contenda. Mas um sinal de que muita gente aventurou na produção está nos números do Pronaf, programa de crédito para agricultores familiares. Até o ano passado, cerca de 10% das famílias inscritas no Pronaf em Contenda cultivavam batatas. Nesta safra, o índice subiu para 65%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink