Preço da arroba diminui 18,9% em Mato Grosso

Agronegócio

Preço da arroba diminui 18,9% em Mato Grosso

Por:
151 acessos

O preço da arroba do boi gordo caiu 18,9% nos últimos 12 meses. Levantamento do Centro Boi, da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), mostra que em junho do ano passado, a arroba foi comercializada por R$ 85,25 e no mesmo mês de 2009 baixou para R$ 69,11. Contudo, a desvalorização no preço da carne disponível ao consumidor não recuou na mesma proporção, variando apenas entre 6% e 7%.

Apesar de alguns estabelecimentos afirmarem que há uma certa estabilidade de preço este ano, a perspectiva é que a partir de setembro os valores sejam majorados, em função da entressafra. O superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (Imea), Seneri Paludo, afirma que hoje se nota uma diferença muito grande entre o preço pago ao produtor (atualmente em uma média de R$ 69) e o preço cobrado pelo produto no varejo. Na cadeia estão pecuaristas, indústria frigorífica e varejo, que inclui supermercados e açougues. "No histórico da bovinocultura estadual, a disparidade nos preços não era tão significativa. Realmente não sabemos o que aconteceu. Apesar do preço de alguns cortes estar caindo, o consumidor não está pagando menos pelo produto".

O gerente de compras de perecíveis do Supermercado Modelo, Valter Yamaguchi, afirma que os cortes mais nobres tiveram uma queda ao longo do semestre. Ele acrescenta ainda que a baixa nos preços depende do estoque disponível no estabelecimento. Para explicar a retração nos preços ele cita dois motivos, a queda na exportação que começou a crescer a partir do segundo bimestre e também à retração no preço da arroba.

"A diferença no preço quando sai da fazenda e chega ao consumidor tem explicação. Mesmo que o frigorífico pague menos pela carne, ele tem custos com energia elétrica, funcionários, embalagem que pesam nas despesas, por isso o percentual de economia na compra do boi não é diluído e repassado na totalidade ao consumidor". O gerente diz ainda que, com chegada da estiagem, os preços tendem a aumentar, mas como há estoque, vai levar uns dois meses para repassar ao consumidor.

No Supermercado Comper há promoção de carne às terças-feiras, e ontem o patinho foi vendido por R$ 7,98. "Este ano estamos com uma estabilidade nos preços e nos dias de promoção os preços são mais em conta", diz a gerente regional Izilda Maria da Silva.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink