Preço do farelo de algodão caiu com o avanço da colheita e esmagamento

Agronegócio

Preço do farelo de algodão caiu com o avanço da colheita e esmagamento

Segundo levantamento, em SP, a tonelada do farelo de algodão com 28,0% de proteína ficou cotada, em média, em R$1.008,50.
Por:
290 acessos

Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, a tonelada do farelo de algodão com 28,0% de proteína ficou cotada, em média, em R$1.008,50, sem o frete, na primeira quinzena de agosto.

Os preços caíram 8,5% frente à quinzena anterior. Porém, em relação ao mesmo período do ano passado, o insumo está custando 50,4% mais.

A oferta do farelo de algodão está maior, em função do avanço da colheita e esmagamento do algodão no país.  Além disso, as quedas de preços do farelo de soja pressionam para baixo os preços dos demais alimentos concentrados proteicos.

Em curto prazo a expectativa é de mercado mais frouxo, conforme avança a colheita e esmagamento no país, porém, a oferta menor na temporada (caroço e farelo de algodão) deve limitar as quedas no mercado interno.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink