Preços do milho continuam em alta, diz Cepea
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,58 (-0,53%)

Imagem: Eliza Maliszewski

BAIXA DISPONIBILIDADE

Preços do milho continuam em alta, diz Cepea

Aumento está atrelado à retração de vendedores
Por: -Aline Merladete
426 acessos

Os preços do milho continuam em alta na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Na praça de Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa segue renovando as máximas nominais. Em setembro, a média do Indicador, de R$ 60,06/sc, foi a maior, em termos nominais, de toda a série mensal do Cepea, iniciada em 2004. Já em termos reais, trata-se da maior média desde março/20, quando foi de R$ 62,7 (os valores foram deflacionados pelo IGP-DI de agosto/2020).

Segundo as informações divulgadas pelo boletim informativo do Cepea, o aumento está atrelado à retração de vendedores, que estão atentos ao clima seco e quente e aos possíveis impactos desse cenário sobre a safra verão. Além disso, a forte desvalorização do Real frente ao dólar deixa o milho brasileiro mais competitivo no mercado externo, elevando a demanda internacional. Assim, muitos vendedores adiantaram a comercialização do cereal, o que tem reduzido a disponibilidade doméstica, mesmo diante de uma produção recorde.

Do lado comprador, muitos mostram maior interesse em novos negócios, reforçando as altas nos preços do milho. 

 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink