Preços do milho no interior caem pela 5ª vez seguida

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
COTAÇÕES

Preços do milho no interior caem pela 5ª vez seguida

“Os preços do milho continuam sua trajetória para baixo, pressionados pela disponibilidade "
Por: -Leonardo Gottems

Os preços do milho no mercado brasileiro do interior caíram pela quinta vez consecutiva, segundo o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica. De acordo com ele, a disponibilidade do grão foi um fator determinante para que os preços continuassem em queda. 

“Os preços do milho continuam sua trajetória para baixo, pressionados pela disponibilidade da safra de verão, que está sendo colhida e pelas perspectivas de uma Safrinha maior do que a inicialmente esperada. A pesquisa diária do Cepea registrou a quinta queda consecutiva para a média dos preços do mercado físico de Campinas, de 1,10%, para R$ 33,41/saca, aumentando as perdas de abril para 12,35%. Do lado da exportação, pouco movimento. O comportamento errático do dólar faz as Tradings entrarem no mercado, adquirirem rapidamente o que precisam e voltarem a se retirar”, escreveu em seu boletim informativo diário. 

No mercado interno, os compradores estão em geral bem abastecidos, alongando os seus estoques na expectativa da colheita da Safrinha e de preços menores no segundo semestre. “O relatório semanal de acompanhamento das culturas, divulgado pela Corretora Granos de Campo Grande, registrou que a produção de milho Safrinha do estado deverá ser de 10.056.278 toneladas, nesta safra de 2018/19, a partir do plantio de uma área de 1.912.300 hectares e uma produtividade média de 5.259 kg/hectare”, indica. 

“Até o momento, já foram comercializados 32,18% do total a ser produzido. Da safra anterior, de 2917/18, ainda restam 3,2 pontos percentuais a serem comercializados. Os custos de produção foram estimados em R$ 2.420,25 para o milho convencional e R$ 2.29493 para o milho Transgênico”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink