Preços do milho voltam a cair

INDICATIVOS

Preços do milho voltam a cair

A exportação é a chave da tendência dos preços para os próximos meses.
Por: -Leonardo Gottems
409 acessos

Os preços do milho no mercado brasileiro voltaram a cair a mais de 0,80% nesta quarta-feira, segundo informações da pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, o dólar em queda influenciou as cotações. 

“Com o dólar fechando em fortíssima queda de 1,78% e Chicago também caindo 1,07% os preços de exportação definitivamente se enfraqueceram, afastando quaisquer preocupações dos compradores domésticos do milho a curto prazo, que, assim, não tiveram que voltar às compras para garantir preços adequados, podendo oferecendo preços menores. Com isto, os preços médios em Campinas, principal praça de referência no Brasil, voltaram a cair 0,80% para R$ 36,07/saca, contra R$ 36,36/saca do dia útil anterior, segundo o Cepea”, afirma. 

Além disso, ele afirma que a exportação é a chave da tendência dos preços para os próximos meses. “Nesta quarta-feira, o setor de milho teve uma boa notícia: a possibilidade de a Argentina reduzir a sua safra de milho, por ser um plantio 70% mais caro que o da soja e diante da forte possibilidade da volta das retenciones a partir da próxima eleição em 27 de outubro”, completa. 

“A Argentina é o terceiro maior exportador de milho do Mundo, atrás dos EUA (1º) e Brasil (2º). Se ela plantar menos, terá grande chance de produzir menos e, com isto, se somará aos problemas que também estão ocorrendo nos EUA, abrindo mais espaço para as exportações brasileiras na temporada 2019/20. Mais exportações, mais concorrência, preços maiores, é o que se configurando no horizonte dos produtores brasileiros de milho para a próxima safra”, conclui. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink