Preços do milho voltam a reagir

ESTATÍSTICAS

Preços do milho voltam a reagir

O preço em Campinas ficou em ficou em R$ 37,45
Por: -Leonardo Gottems
291 acessos

A pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepe) indicou que o preço do milho reagiu cerca de 1,71% na principal praça compradora do país. No entanto, o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, afirmou que o valor não retornou aos bons níveis em que estava há 15 dias. 

“O preço médio nesta praça ficou em R$ 37,45 e a evolução nos dois dias úteis de abril registra uma queda de 0,95% em relação ao último dia de março. A causa maior da queda nos preços é o avanço da colheita da safra de verão em todo o país, que já atinge 54,22% e que fortalece os preços locais em detrimento dos milhos tributados, embora alguns lotes estejam chegando aos RS e SC, como soubemos hoje de fontes do setor visitadas in loco”, escreveu em seu boletim informativo diário. 

Além disso, Pacheco indicou que o recuo do dólar tirou o principal incentivo dos movimentos de exportação de milho que havia nos últimos dias. “Em visita, ontem, ao escritório da Cargill de Passo Fundo, fizemos a seguinte pergunta ao seu Gerente: ‘Este movimento de exportações nasceu de fora para dentro, isto é, de uma demanda internacional aquecida, ou foi do produtor brasileiro para o exterior?’. ‘De dentro para fora’, foi a resposta”, comentou. 

“Não foi uma inciativa internacional, mas dos produtores brasileiros que perceberam uma boa oportunidade de vender os seus produtos e fazer caixa, já que o trigo e a soja estão travados. O milho, como se sabe, tem sempre boa demanda internacional; tudo depende, então, de o preço favorecer o exportador, como foi o caso, ocorrido principalmente nos estados do Sul, para o mercado spot, devido ao menor frete até os portos”, completa. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink