Preços do milho voltam a subir no mercado internacional
CI
Imagem: Divulgação
INDICATIVOS

Preços do milho voltam a subir no mercado internacional

"Na Ucrânia, os preços continuaram a se fortalecer"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, os preços do milho voltaram a subir no mercado internacional, muito na esteira da alta da soja e da queda do dólar. “E nos mercados à vista de milho, rumores de que a China estava procurando comprar etanol dos EUA e DDGS surgiram em meio a uma iminente escassez de milho no país, crescente demanda de ração e baixos estoques de etanol”, comenta. 

No entanto, esses rumores foram em grande parte desmentidos mais tarde, particularmente para o DDGS em meio a altos direitos anti-dumping impostos pela China. "Ouvi os rumores, mas o DDGS realmente não parece fazer sentido com as tarifas anti-dumping em vigor. O milho ainda é mais barato de usar", disse um corretor norte-americano para a TF. 

As ofertas no Golfo e na PNW ainda foram ouvidas em 145 c/bu sobre os futuros de março para embarque de dezembro, e 175 c/bu sobre os futuros de março para envio de março. “Ao sul, foi ouvido um negócio no Brasil para o embarque de agosto em 80 c/bu em relação aos futuros de dezembro de 2021, com compradores em grande parte olhando para embarque além de julho do próximo ano em meio a ofertas não competitivas, ouvidas em 190 c/bu sobre os futuros de dezembro para embarque de dezembro, queda de 5 c/bu no dia. E na Argentina, as ofertas para março caíram de 10 c/bu para 110 c/bu sobre os futuros de março, com alguns no mercado de olho em uma safra maior após as chuvas de meados de outubro, e outros ainda esperam que La Nina traga uma forte possibilidade de seca mais tarde”, completa. 

“Na Ucrânia, os preços continuaram a se fortalecer com as ofertas para o carregamento de novembro a dezembro subindo para US $ 232-US $ 235/mt FOB HIPP, enquanto os lances dos compradores também estiveram mais altos, como os níveis foram ouvidos subindo para US$ 228-US $ 229 /t FOB HIPP para o mesmo período de carregamento”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink