Preços do trigo devem se manter mais elevados
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,710 (-1,90%)
| Dólar (compra) R$ 5,40 (0,44%)

Imagem: Marcel Oliveira

INDICATIVOS

Preços do trigo devem se manter mais elevados

Consultoria analisa influência das geadas
Por: -Leonardo Gottems
568 acessos

A tendência é de que os preços do trigo se mantenham elevados, principalmente no estado do Rio Grande do Sul, de acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica. “Recebemos inúmeros telefonemas nos perguntando qual o impacto das geadas sobre os preços da safra nova no RS e no PR nesta terça-feira. Muitocedo pra dizer, mas todos os palpites coincidem em que os preços se manterão mais elevados do que os do ano passado, na mesma época.  Muito mais elevados”, indica. 

“Acredita-se que, no RS, se antes se pensava que o preço poderia chegar a R$ 850,00, hoje se pensa (há quem discorde) que não deverá baixar de R$ 900,00, pelo menos no período entre setembro e final de outubro. Talvez recue um pouco, dependendo do tamanho da safra”, completam os analistas da T&F. 

Já em Santa Catarina, o mercado acabou travando com as previsões de chuva e geada para o final de semana. “Mercado também totalmente parado, porque as geadas afetaram lavouras no estado e não há condições de mais comprometimento de lotes sem saber a qualidade e a quantidade disponível. Para o produtor, no mercado de balcão está ao redor de R$  57,50, em Campos Novo;  R$ 50,00 em Concórdia e Joaçaba, R$ 5 em Mafra e Pinhalzinho e R$ 54,50 em Xanxerê”, indica. 

No Paraná, a colheita que iniciaria em 17/8, vai começar em 01/9 devido às chuvas e geadas. “Antes dos últimos acontecimentos climáticos havia quase uma certeza de que umas 3º0 mil toneladas seriam colhidas no norte do estado a partir do dia 17 de agosto, mas, vieram as chuvas e adiantam a entrada das máquinas no campo para o início de setembro, porque precisa quase uma semana de sol para começar a secar as plantas para serem colhidas com menos umidade”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink