Preços domésticos do trigo se elevam com alta do dólar

TRIGO

Preços domésticos do trigo se elevam com alta do dólar

Em Santa Catarina, a colheita está no início, mas produtores ainda não demonstram muito interesse em fixar preços
Por:
1434 acessos

A colheita de trigo avança no Rio Grande do Sul, evidenciando que a qualidade do cereal está inferior à desejada – agentes consultados pelo Cepea indicam que a disponibilidade de trigo de PH 78 ou maior está baixa.

Esse cenário atrelado à valorização do dólar têm elevado os preços domésticos do trigo – vale lembrar que a moeda norte-americana em alto patamar encarece a importação e acirra a disputa pelo produto brasileiro.

No Rio Grande do Sul, dados da Emater apontam que, até a última quinta-feira, 80% da área havia sido colhida, avanço semanal de 13 p.p.. No Paraná, o Deral/Seab indica que, até o dia 11 de novembro, a colheita havia atingido 95% da área, avanço semanal de 3 p.p..

Em Santa Catarina, a colheita está no início, mas produtores ainda não demonstram muito interesse em fixar preços. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink