Preços pecuários avançam no 1º Tri
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

COMÉRCIO

Preços pecuários avançam no 1º Tri

“No caso da arroba bovina, a alta esteve acima do limite superior estimado"
Por: -Leonardo Gottems
402 acessos

Os preços da pecuária brasileira avançaram no primeiro trimestre do ano de 2020, segundo informações divulgadas no portal especializado suinoculturaindustrial.com.br. Nesse cenário, o arroba do boi gordo e os ovos foram os responsáveis pela elevação, acima da esperada, do Indice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (IPPA-Pecuária/Cepea) no primeiro trimestre deste ano. 

“No caso da arroba bovina, a alta esteve acima do limite superior estimado pelo modelo do Cepea e foi influenciada pela manutenção, por longo período, de uma demanda internacional aquecida e uma restrita oferta de animais prontos para abate”, diz o portal. 

Já em relação aos ovos, o descompasso entre a oferta (restrita) e demanda (aquecida) impulsionou as cotações da proteína a partir de fevereiro. “A equipe Ovos/Cepea destaca também que a preocupação da população com uma possível falta de alimentos devido à pandemia de coronavírus elevou a demanda além do esperado, especialmente em março”, completa. 

Falando em grãos, as valorizações do milho e da soja influenciaram positivamente o IPPA-Grãos, que alcançou o limite superior do comportamento esperado entre janeiro e fevereiro e o ultrapassou em março. Para o milho, pela sazonalidade dos preços, era esperada certa redução em fevereiro e março, devido à colheita da safra de verão 

“No entanto, o Brasil produziu e exportou volumes recordes, de modo que o estoque final da safra 2018/2019 foi inferior à média das últimas três safras e 2020 se iniciou com baixa disponibilidade interna do cereal. Esse contexto, somado à desvalorização do Real frente ao dólar e à maior demanda impulsionaram as cotações no primeiro bimestre”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink