Alimentos

Prefeitura de Porto Velho participará de aquisição de alimentos

Apenas 17 municípios brasileiros possuem o programa
Por:
6 acessos

Representando o prefeito de Porto Velho dr Hildon Chaves, o subsecretário Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric), Francisco Evaldo de Lima, participou do lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na sede da Associação dos Empregados da Emater (Asser-RO), na capital. O evento contou com a presença de produtores rurais de Candeias do Jamari, Itapuã do Oeste, Nova Mamoré, Guajará-Mirim e Porto Velho.

O PAA vai atender mais de três mil agricultores familiares no estado. Na capital cerca de 486 produtores estão aptos a receber do programa, nas modalidades de compra direta com doação simultânea e incentivo à produção. Os recursos destinados ao município de Porto Velho, R$ 1,1 milhão, serão distribuídos em sete fatias para atender toda a região: para a sede do município R$ 550 mil divididos entre os distritos de Porto Verde, União Bandeirantes, Nova Califórnia, Vista Alegre do Abunã, Extrema, Rio Pardo e Jaci-Paraná, beneficiando, conforme programação do escritório regional da Emater, o Território Madeira Mamoré.

Após a compra direta aos agricultores familiares rurais, os produtos adquiridos serão repassados às entidades do terceiro setor que atuam com pessoas de baixo poder aquisitivo, em situações de risco.

Com o objetivo de incentivar a agricultura familiar e ampliar os serviços, garantindo a segurança alimentar e nutricional das pessoas em vulnerabilidade social, a prefeitura, através da Semagric, já está criando o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) municipal.

A elaboração está na fase final e, de acordo com o prefeito dr Hildon Chaves, apenas 17 municípios brasileiros já têm esse programa. O subsecretário Francisco Evaldo disse que, mediante a aprovação do PAA municipal pelo prefeito, o projeto seguirá para votação na Câmara Municipal.

“Com a parceria entre os governos quem ganha são os agricultores que terão melhores condições de vida no campo. O PAA em Porto Velho garantirá aos agricultores vender e receber pelos produtos comercializados”, finalizou Evaldo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink