Presidente do Sistema Faeg/Senar defende uso do glifosato

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
Defensivos agrícolas

Presidente do Sistema Faeg/Senar defende uso do glifosato

Registro e comercialização do ingrediente ativo glifosato em defensivos agrícolas
Por:

O registro e comercialização do ingrediente ativo glifosato em defensivos agrícolas é importante para dar mais segurança e eficiência à produção brasileira. Isso foi que o defendeu o Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás, Deputado Federal José Mário Schreiner,  ao participar da consulta púbica da Anvisa que trata da manutenção da substância.  A Faeg  está mobilizando produtores rurais de todas as regiões para que participem da consulta pública. O prazo para enviar a contribuição à Anvisa vai até o próximo dia 6 de junho. Em sua manifestação, José Mário alega que a suspensão do glifosato representa prejuízo de mais de R$ 25 bilhões para a balança comercial brasileira, com risco de desabastecimento interno, quebra da produtividade e perda de competitividade no mercado externo.

José Mário  aponta que o custo de produção por hectare de lavoura aumentaria consideravelmente sem a substância. A redução da rentabilidade representaria para os produtores retração da área plantada e queda na produção. “O atual cenário brasileiro reforça o sentido de urgência em garantir segurança jurídica ao produtor, visto que a proibição do glifosato sensibilizaria integralmente as dinâmicas de produção”, afirma o deputado federal e presidente da Faeg.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink