Previsão de chegada de frente fria. Saiba os impactos
CI
Imagem: Divulgação
AGROTEMPO

Previsão de chegada de frente fria. Saiba os impactos

Veja a previsão do tempo completa
Por: -Aline Merladete

Nesta terça-feira (04/01) o dia terá a atuação de sistemas típicos de verão em grande parte do país. Ao norte da região nordeste e alguns pontos ao norte do país, terão a influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), favorecendo a formação das nuvens carregadas. Sobre o centro-oeste e algumas áreas do sudeste, as instabilidades de altitude provocadas pelo sistema Alta da Bolívia contribuem para o levantamento de ar e consequentemente a formação de nuvens carregadas. Também, no centro-oeste e sul do país, a presença dos Jatos de Baixos Níveis leva o ar quente e úmido para algumas, fornecendo condições para o aumento nas instabilidades, resultando em chuvas localmente fortes.

Para os próximos dias, o avanço de uma frente fria - um sistema de chuvas - contribuirá com o alinhamento das instabilidades sobre a faixa central do país, levando chuvas desde SC até a região sudeste, especialmente na quarta-feira (05/01). As instabilidades da frente fria também ajudam a organizar um corredor de umidade que sai da região amazônica passando pelo norte do centro-oeste e parte do nordeste, levando as condições de chuvas para essas áreas. As projeções indicam que os maiores volumes no decorrer da semana, se concentram na grande região de Belo Horizonte, na parcela central de MG, podendo superar os 200 mm. Já em áreas do sul do MA, sul do PI, norte do TO, faixa central do PA e norte do GO também poderão registrar volumes significativos no decorrer dessa semana. Por outro lado, a tendência é de que após a passagem da frente fria, o sul do RS terá novamente um período de tempo seco. 

Confira a plataforma completa de mapas aqui.
Saiba  a previsão para a sua cidade aqui. 

Saiba como fica o tempo em cada região: 

Região Norte
As chuvas diminuem na metade oeste da região norte. Sobretudo no AC, parte de RO, norte do AM, RR e grande região do Baixo Amazonas ao norte do PA. Por outro lado, a aproximação da ZCIT - Zona de Convergência Intertropical - contribui para a formação de nuvens carregadas sobre o norte do PA, com potencial para chuvas intensas na Ilha de Marajó e algumas áreas do leste do AP. Na Ilha de Marajó, os acumulados podem superar os 70 mm no decorrer do dia. 

Região Nordeste
O padrão dos ventos continuam favorecendo as chuvas sobre a metade oeste do nordeste, e em alguns pontos ao norte da região, a aproximação da ZCIT fornece as instabilidades para a formação de temporais. Desta forma, são esperadas pancadas de chuvas intensas sobre o norte do MA, centro-norte do PI e metade oeste da BA. Em algumas localidades os acumulados poderão superar a marca dos 40 mm pontualmente  no decorrer do dia. Ao mesmo tempo, a metade leste da BA, SE, AL, leste do RN e leste de PE as projeções indicam um tempo mais seco.

Região Centro-Oeste
A previsão indica condições favoráveis para chuvas em praticamente todas as áreas do centro-oeste, a exceção fica para a parcela do Pantanal Mato-Grossense, onde as chuvas poderão ocorrer de forma irregular. Os principais fatores que contribuem para a formação das nuvens carregadas são o forte calor, a alta quantidade de umidade no ar, a presença dos Jatos de Baixos Níveis e a atuação da Alta da Bolívia. Todas essas componentes favorecem a formação de nuvens carregadas, sendo que as projeções indicam chuvas volumosas, de forma pontual, sobre o norte do MS. Ao passo que sobre o nordeste do MT as instabilidades seguem mais esparsas. 

Região Sudeste
As condições para chuvas persistem em grande parte da região, inclusive com volumes expressivos em algumas áreas. O sul de MG e norte de SP poderão presenciar chuvas localmente fortes, resultando em acumulados próximos dos 30 mm no decorrer do dia. Em muitas localidades o comportamento das chuvas será de pancadas rápidas e isoladas. Ao norte de MG, pontualmente os volumes podem superar a casa dos 50 mm. Apesar de todas as condições serem favoráveis para a formação de nuvens carregadas, no nordeste de MG, ES e norte do RJ, o tempo terá o predomínio de sol. 

Região Sul
A passagem de um frente fria pelo oceano, contribui com as chuvas no extremo sul da região. Além disso, a presença dos Jatos de Baixos Níveis fornece a quantidade de umidade  necessária para a manutenção das chuvas sobre o RS. A tendência indica que os volumes poderão se aproximar da marca dos 40 mm na parcela central do estado. Assim como no sudoeste do PR, com alguns pontos onde os acumulados superaram os 50 mm pontualmente. Por outro lado, entre o nordeste do RS e leste de SC, a tendência é de um tempo mais seco, contudo, há condições para o registro de pancadas de chuvas rápidas e isoladas. 


Veja os mapas destaques para hoje:

Chuva:

Temperatura Máxima:

Temperatura Mínima:


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.