Problemas na armazenagem seguem impactando comercialização
CI
Imagem: Pixabay
SOJA NO MT

Problemas na armazenagem seguem impactando comercialização

Para a safra 22/23, a comercialização praticamente não avançou no mês de junho
Por: -Aline Merladete

O cenário de falta de espaço nos armazéns de Mato Grosso continua influenciando na comercialização da soja no estado. Desse modo, as vendas da safra 21/22 no mês de jun.22 avançaram 3,41 p.p. ante a mai.22, negociando 82,08% da produção. A evolução nas negociações só não foi maior devido ao recuo de 1,09% no preço médio da oleaginosa em jun-22, precificado em R$ 164,49/sc no estado, pautado pela desvalorização da soja em Chicago.

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou que, para a safra 22/23, a comercialização praticamente não avançou no mês de jun-22, ampliação mensal de apenas 0,98 p.p., chegando a 25,35% da produção negociada. Os altos patamares dos fertilizantes (relação de troca desfavorável) e as incertezas quanto à produção ainda limitam o avanço das negociações, que apresentam atraso de 9,23 p.p. ante a safra passada. No entanto, com o avanço do dólar no mês de junho, o preço médio da soja em MT valorizou 1,07% no comparativo mensal, alcançando a média de R$ 153,51/sc.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.