Produção de açúcar deve aumentar 44% no ano
CI
Imagem: Pixabay
NO CENTRO-SUL

Produção de açúcar deve aumentar 44% no ano

Desde 1º de abril a produção acumulada pode chegar a 37,5 milhões de toneladas
Por: -Eliza Maliszewski

Uma pesquisa feita com analistas e levantada pela consultoria de commodites e energia, S&P Global Platts, aponta que a moagem de cana-de-açúcar deve chegar a 17,9 milhões de toneladas métricas na primeira quinzena de novembro, uma queda de 9,9% em relação ao ano anterior. Mesmo com essa situação a produção de açúcar deve totalizar 1.134 mil toneladas no Centro-Sul. 

Este seria o maior volume de açúcar produzido em qualquer primeira quinzena de novembro desde a safra 2017-18, quando 1.255 mil toneladas foram produzidas. Considerando este volume, desde 1º de abril a produção acumulada pode chegar a 37,5 milhões de toneladas, um aumento de 44% no ano. 

Segundo a consultoria o clima seco tem feito com que a safra de cana na região Centro-Sul progrida em um ritmo mais acelerado do que no ano anterior, refletindo o pequeno volume deixado em terras nos últimos meses do ano. Confirmadas estas previsões, a moagem acumulada de cana na safra 2020-21 será de 582,82 milhões de toneladas.

Considerando a moagem total de cana estimada pela Platts Analytics em 600 milhões de toneladas, esse número acumulado representaria 97,14% da safra já colhida. A maior parte da cana sendo convertida para a produção de açúcar durante toda a safra se deu devido aos preços mais elevados do açúcar de exportação em comparação com o etanol doméstico.

A produção de etanol hidratado, usado como biocombustível, deve cair 35,3% ano a ano, para 532 milhões de litros na primeira quinzena de novembro, enquanto a produção de etanol anidro durante o período deve chegar a 388 milhões de litros, representando um corte de 5,3%. O anidro é usado a uma taxa de mistura obrigatória de 27% na gasolina brasileira e os estoques apertados no país têm incentivado os produtores a transferir uma proporção maior da produção total de etanol para o anidro.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink