Produção de gladíolo como alternativa para a agricultura familiar é divulgada na feira

Agricultura familiar

Produção de gladíolo como alternativa para a agricultura familiar é divulgada na feira

Mormaço e Soledade, municípios da região do Alto da Serra do Botucaraí, estão fazendo parte da 3ª fase do projeto Flores para Todos
Por:
42 acessos

Mormaço e Soledade, municípios da região do Alto da Serra do Botucaraí, estão fazendo parte da 3ª fase do projeto Flores para Todos, desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com a parceria da Emater/RS-Ascar. Esse trabalho, que visa divulgar a cultura do gladíolo para os produtores como uma nova alternativa de diversificação da propriedade rural e agregação de renda, está sendo apresentado, pelo segundo ano consecutivo, no Espaço Casa da Emater, na Expoagro Afubra, em Rio Pardo. 

No local foram implantados quatro canteiros, um mostrando o plantio e os outros três os principais manejos ? adubação, tutoramento e colheita. Em todo o Estado, produtores e escolas de vários municípios da região de Santa Maria, e agora também das regiões de Pelotas e Soledade, participam das etapas do projeto (1ª fase Dia das Mães 2018, 2ª fase Finados 2018, 3ª fase Dia das Mães 2019 e 4ª fase Finados 2019), produzindo flores para as datas de pico de consumo, contando com o acompanhamento da equipe da UFSM e de extensionistas da Emater/RS-Ascar e o auxílio do aplicativo Phenoglad Mobile no planejamento e manejo da produção. ?Queremos que o produtor tenha uma nova alternativa de produção e o que o consumidor tenha acesso a uma flor bonita, de qualidade, de baixo custo e produzida aqui no RS?, afirma a engenheira agrônoma e mestranda em Engenharia Agrícola da UFSM, Regina Tomiozzo. 

De acordo com ela, a ideia é ensinar a técnica para os agricultores produzirem para essas datas, para que depois eles possam continuar o cultivo e sempre ter oferta, o que tem ocorrido com a quase totalidade dos produtores que foram acompanhados até agora. Muitos destes produtores já participam de feiras ou encontram, de forma criativa ou com a ajuda da Emater/RS-Ascar, maneiras de comercialização como, por exemplo, por meio de redes sociais. 

Além do cultivo como flor de corte, a Emater/RS-Ascar também está estimulando o resgate cultural do gladíolo como planta de jardim. ?O gladíolo é uma planta que o pessoal mais antigo conhece e, atualmente, está voltando para o ajardinamento, pelo colorido vibrante e beleza?, destaca o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, João Antônio Leal da Silva, acrescentando que na produção comercial a flor também apresenta uma gama de utilidades. A Expoagro Afubra acontece até quinta-feira (28/03), em Rincão del Rey, em Rio Pardo, e tem entrada gratuita.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink