Produção dos Cafés do Brasil

Cafés

Produção dos Cafés do Brasil

Território brasileiro, com a sua extensão territorial de 8.514.876 Km², é o quinto maior país do planeta, cuja área equivale a 850,3 milhões de hectares
Por:
267 acessos

O território brasileiro, com a sua extensão territorial de 8.514.876 Km², é o quinto maior país do planeta, cuja área equivale a 850,3 milhões de hectares. Essa dimensão territorial tem permitido que o País explore com alto índice de preservação ambiental a sua área com pastagens, cultivo de lavouras e florestas plantadas, numa área de 256,8 milhões de hectares, o que equivale a 30,2% do território nacional.

No caso da cafeicultura, a área em produção corresponde a 1,86 milhão de hectares em 2018, número que representa apenas 0,73% da citada área explorada.

Com relação especificamente à cafeicultura, destaca-se que o Brasil é o maior produtor mundial, com 61,66 milhões de sacas em 2018, maior exportador - 35 milhões de sacas - e, segundo maior consumidor - com 22,9 milhões de sacas de 60kg. A propósito desses números, a produção de café no Brasil utiliza apenas 0,73% da área explorada com atividade agrícola, que é de 256,8 milhões de hectares, pois a produção de café está presente em apenas 1,86 milhão de hectares em 2018.

Minas Gerais deverá produzir 33,36 milhões de sacas em uma área de 1,01 milhão de hectares; Espírito Santo será responsável por produzir 13,74 milhões de sacas em 387,93 mil hectares; São Paulo, 6,30 milhões de sacas em 202,58 mil hectares; Bahia, 4,55 milhões de sacas em 130 mil hectares; Rondônia, 1,98 milhão de sacas em 63,89 mil hectares; Paraná, 1 milhão de sacas em 37,50 mil hectares; Rio de Janeiro, 346 mil sacas em 12,03 mil hectares. E os demais estados 384 mil sacas em uma área em torno de 16 mil hectares, totalizando 61,66 milhões de sacas numa área de 1,86 milhão de hectares, conforme citado anteriormente.

O País, com extensão territorial que possui e as tecnologias agrícolas disponíveis, nas últimas décadas se tornou um dos maiores produtores e exportadores de alimento do mundo, além de ser uma nação bastante expressiva no cenário da preservação ambiental, pois conserva em torno de 66,3% da vegetação nativa do seu território.

Conforme o estudo, o Uso Das Terras no Brasil, tendo como referência os 850,3 milhões de hectares, contempla a seguinte distribuição percentual do território nacional: Vegetação Nativa (66,3%), Área Explorada (30,2%) e Cidades, Infraestrutura e Outros (3,5%). A Vegetação Nativa compreende vegetação preservada nos imóveis rurais (20,5%), vegetação nativa em terras devolutas e não cadastradas (18,9%), vegetação nativa em terras indígenas (13,8%) e vegetação nativa em unidades de conservação (13,1%). A Área Explorada contempla pastagens plantadas (13,2%), lavouras e florestas plantadas (9%), além de pastagens nativas (8%). As áreas destinadas à ocupação por Cidades, Infraestruturas e Outros (3,5%), totalizando 100%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink