Produtividade da cana pode aumentar até cinco vezes em duas décadas
CI
Agronegócio

Produtividade da cana pode aumentar até cinco vezes em duas décadas

De 7 mil litros de etanol por hectare, rendimento pode chega a 35 mil litros por hectare
Por:
De 7 mil litros de etanol por hectare, rendimento pode chega a 35 mil litros por hectare
 
Dourados (MS) - A produtividade dos canaviais brasileiros no quesito processamento de etanol pode aumentar em até cinco vezes em duas décadas, saltando da média atual de 7 mil litros por hectare para 35 mil litros por hectare.

A projeção foi feita nessa terça-feira (23), pelo diretor comercial do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), Osmar Figueiredo Filho, durante palestra no 6º Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul), em Dourados.

Segundo Figueiredo, esse crescimento expressivo de produtividade pode ser atingido com o uso de novas tecnologias no processo produtivo das áreas agrícola e industrial através do aprimoramento do manejo dos canaviais, melhoramento genético das variedades, uso de marcadores moleculares e da viabilização do etanol celulósico (segunda geração).

O diretor do CTC disse ainda que o etanol celulósico, que é obtido a partir da biomassa, ou seja, da quebra da celulose do bagaço ou da palha da cana, pode estar disponível no mercado a partir de 2015.

"Já temos a tecnologia, mas precisamos ter viabilidade econômica. Atualmente o etanol celulósico custa de 30% a 40% a mais do que o etanol convencional e nosso desafio é fazer com que seja competitivo", comentou.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink