Produtores visualizam o ‘antes e depois’ do atendimento do Senar/MS
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PECUÁRIO

Produtores visualizam o ‘antes e depois’ do atendimento do Senar/MS

O termômetro de produtividade norteia orientações técnicas e tomada de decisão nas propriedades assistidas
Por:

A chegada da equipe técnica do Senar Mato Grosso do Sul vem gerando impactos positivos na atividade leiteira das propriedades assistidas pelo programa. Em um comparativo entre 1º trimestre de 2019 e o de 2020, o avanço da produção de leite foi de 38,7%. Em um ano de muitos desafios, como o da pandemia, manter bons resultados é essencial, e justamente essa superação é tema do #MercadoAgropecuário desta segunda-feira (09).

Com os indicadores da produção acumulada, ferramenta que considera a quantidade em litros ao ano, é possível obter uma média diária por propriedade. Entre os meses de janeiro e março de 2019, a produção foi de aproximadamente 248 litros/dia, enquanto no mesmo intervalo deste ano, foram 344 litros/dia, dados de 100 propriedades atendidas no Estado. A tendência é que, com a retomada de vários segmentos, o preço do litro do leite seja mantido e o aquecimento na produção aumente a oferta do produto.

“Com este termômetro é possível identificar o crescimento e o potencial de cada propriedade de forma individual. Os indicadores de gestão são de suma importancia em um momento desafiador. Geramos informações como custo de produção, preço médio da venda do leite, indicadores zootécnicos de produtividade, entre outros detalhes técnicos que são entregues aos produtores”, explica a coordenadora do programa de bovinocultura de leite, Paula Martins.

A gestão é o diferencial para bovinocultores de leite, e está no foco dos programas de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS.

“Quando o produtor sabe sobre seu custo total, que inclui as despesas operacionais, pró-labore, depreciação, ele consegue argumentar o preço de venda com a indústria, sem comprometer o lucro, e até mesmo decidir o momento certo de investir para ampliar a produção, por exemplo”, complementa.

O Senar/MS atende mais de mil propriedades rurais em 58 municípios do estado. De janeiro a setembro deste ano, as propriedades produziram mais aproximadamente 20 milhões de litros de leite.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink