Programa de assistência técnica e gerencial inicia 30 novos grupos em SC
CI
Imagem: Divulgação
PECUÁRIA DE CORTE

Programa de assistência técnica e gerencial inicia 30 novos grupos em SC

Ao todo, estão em andamento 46 grupos com a participação de 1.230 produtores rurais
Por:

O Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) inicia neste mês de abril 30 novos grupos na área de pecuária de corte em todas as regiões de Santa Catarina. A iniciativa é do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc), em parceria com o Sebrae.

“Com as novas turmas estão em andamento 46 grupos envolvendo a capacitação de 1.230 produtores rurais da área de bovinocultura de corte”, destaca o vice-presidente de finanças da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc), Antônio Marcos Pagani de Souza ao complementar o sucesso da iniciativa que já superou a marca de mais de 2.300 propriedades atendidas.

A coordenadora estadual da ATeG em Santa Catarina, Paula Araújo Dias Coimbra Nunes, explica que o programa oferece assistência técnica e gerencial que permite acompanhar as atividades dos produtores para auxiliá-los na tomada de decisões, no planejamento das propriedades e nas ações práticas da produção. Segundo ela, os produtores têm acompanhamento mensal feito por um técnico em sua propriedade, além de todo o suporte da equipe de supervisores regionais e supervisores técnicos da ATeG.

Paula observa, ainda, que na ATeG em pecuária de corte os produtores rurais são auxiliados a encontrarem soluções para o plantio e manejo de pastos de inverno, além de receberem orientações sobre o controle sanitário e nutricional adequado dos rebanhos e do planejamento de engorda do gado. “Aliado a isso, os nossos técnicos continuarão o trabalho de gestão das propriedades iniciado no ano passado com foco para o cenário econômico mundial alterado pela pandemia. Há a necessidade ainda maior de o produtor rural ser eficiente na gestão dos negócios para aumentar a produtividade e reduzir custos no momento de crise. Todos os encontros presenciais seguirão as normas dos Estados e Municípios para garantir todos os cuidados preventivos necessários à saúde”.

O superintendente do Senar/SC, Gilmar Antonio Zanluchi, realça que os resultados da assistência técnica e gerencial confirmam o quanto a iniciativa é importante para fortalecer a pecuária de corte em Santa Catarina. “Com a ATeG os produtores estão investindo em novas técnicas de gestão, controle e tecnologias, o que está trazendo excelentes resultados tanto no melhoramento genético do rebanho quanto no aperfeiçoamento do nível de gestão e produtividade, beneficiando toda a cadeia produtiva”. 

O presidente do sistema Faesc/Senar, José Zeferino Pedrozo, comenta a importância da iniciativa ao mencionar que o rebanho bovino catarinense abrange cerca de 4,7 milhões de animais, conforme dados da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). São 77 mil produtores no Estado, 58% deles agricultores familiares. “O segmento vem obtendo crescimento expressivo e o nosso programa de assistência técnica e gerencial está contribuindo para a conquista dos melhores resultados”. 

Segundo Pedrozo, a ATeG está cumprindo seu propósito de elevar a produtividade dos rebanhos com a utilização de ferramentas de produção e gestão de biotecnologias de reprodução que geram animais com qualidade superior e adaptados às condições de clima e manejo do Estado.

ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL

Ao todo estão em andamento 154 grupos do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeg). A capacitação envolve a participação de 4.574 produtores rurais dos seguintes segmentos: bovinocultura de leite (71 grupos e 2.130 produtores); bovinocultura de corte (46 grupos e 1.290 produtores); ovinocultura de corte (11 grupos e 330 produtores); apicultura (10 grupos e 300 produtores); fruticultura (7 grupos e 196 produtores); piscicultura (5 grupos e 150 produtores); olericultura (3 grupos e 90 produtores); agroindústria (3 grupos e 60 produtores) e maricultura (1 grupo e 28 produtores).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink