Projeções para área de soja começam a recuar
CI
Agronegócio

Projeções para área de soja começam a recuar

A soja deverá ocupar 22 milhões de hectares, projeção praticamente idêntica à feita pela Conab
Por:

Em seu primeiro levantamento de campo realizado depois do início do plantio da safra 2008/09, a Agência Rural reduziu sua projeção da área de cultivo de soja no país na comparação com a estimativa apresentada em julho. Mesmo com o decréscimo, a previsão ainda é de aumento de área na comparação com a safra 2007/08.

Segundo os novos números, a soja deverá ocupar 22 milhões de hectares, projeção praticamente idêntica à feita pela Companhia Nacional de Abstecimento (CONAB) - a previsão anterior era de 22,58 milhões de hectares. Se efetivada, a área será 3% superior aos 21,31 milhões de hectares da safra 2007/08.

A queda das cotações da oleaginosa na bolsa de Chicago e o aperto na oferta de crédito, que dificultou as compras de insumos pelos agricultores - especialmente nas regiões de cerrado do Centro-Oeste, que tem solo mais pobre e necessita mais de fertilizantes -, justificam a redução na previsão, segundo a Agência Rural. Ontem, na bolsa de Chicago, os contratos de soja para janeiro de 2009 caíram 25,50 cents, para US$ 9,1525 por bushel.

A projeção de produtividade também foi revista para baixo, especialmente em virtude do desempenho esperado para as lavouras de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul. Em vez das 47,33 sacas por hectare estimadas em julho, a previsão agora é de produtividade de 46,83 sacas por hectare. No Centro-Oeste, a produtividade estimada é de 50 sacas por hectare, abaixo das 52,41 sacas por hectare da safra 2007/08.

A Agência Rural prevê produção total de soja no país de 61,81 milhões de toneladas na safra 2008/09, ou 3% maior que as 60 milhões de toneladas do ciclo anterior. Haverá queda na produção apenas em três Estados - Mato Grosso, Bahia e Piauí - segundo o levantamento. Em Mato Grosso, com o decréscimo esperado de 2,5%, a produção esperada é de 17,4 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.