Projeto Mãos na terra, vamos plantar muda realidade de terrenos em Carazinho

Agricultura

Projeto Mãos na terra, vamos plantar muda realidade de terrenos em Carazinho

Terrenos baldios que pertencem à Prefeitura de Carazinho estão ficando com cara nova
Por:
30 acessos

Os terrenos baldios que pertencem à Prefeitura de Carazinho estão ficando com cara nova. Por meio de um projeto da vereadora Janete Ross de Oliveira, esses espaços estão dando lugar a hortas comunitárias, possibilitando o cultivo hortaliças, frutas, legumes, plantas nativas e bioativas. A ação ocorre através de uma parceria entre os poderes Legislativo, Executivo, Secretaria Municipal da Agricultura, Emater/RS-Ascar, Escola Estadual de Educação Profissional de Carazinho (Eeprocar), comunidade, entre outros envolvidos. Os terrenos passam a serem utilizados de maneira inteligente, evitando acúmulo de lixo. 

Na primeira quinzena deste mês, foi realizada mais uma etapa do Projeto, desta vez no bairro Oriental. De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar de Carazinho, Renato Serafini, primeiramente foi feita a escolha do local. Após, se faz escarificação do solo, na sequência a colocação de encanteirador para formar canteiros e, após, a adubação. Serafini recomenda a correção da acidez do solo e adubação.

Conforme o secretário municipal de Agricultura, o engenheiro agrônomo Aldrin Keyser, para a realização da próxima etapa, o grupo vai aguardar alguns dias de chuva para o material aplicado reagir no solo e logo após, um mutirão será realizado junto à comunidade do bairro para fazer o transplantio das mudas aos canteiros, bem como se estudará uma maneira de cercar os locais. O trabalho piloto está sendo realizado no bairro Oriental e a ideia é expandir o projeto para os demais locais da cidade. 

A vereadora Janete agradeceu a parceria das instituições, observando que ?as hortas serão de todos e para todos?. Para ela, o mais importante é que a comunidade local poderá colher próximo de sua casa, legumes, verduras, saladas e chás, dentre outros, melhorando a qualidade da alimentação. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink