Provarroz promove atividades na 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz

Arroz

Provarroz promove atividades na 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz

Na quarta-feira (20) e quinta-feira (21) foi realizada na 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, em Capão do Leão (RS)
Por:
71 acessos

Na quarta-feira (20) e quinta-feira (21) foi realizada na 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, em Capão do Leão (RS), no estande do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) a palestra e oficina “Os Benefícios do Arroz para a Saúde” ministrada pela nutricionista da autarquia, Carolina Pitta. A atividade pertence ao conjunto de ações do Programa de Valorização do Arroz (Provarroz) do instituto.

Em torno de 50 pessoas participaram nos dois dias de encontro, entre os visitantes estavam alunos e professores da UFPel. Na palestra Carolina aborda a importância e benefícios do consumo do arroz e seus derivados para a saúde, as propriedades nutricionais do cereal e de seus coprodutos, como a farinha de arroz e o óleo de arroz, além de desmistificar mitos e sanar dúvidas em torno do grão.

Na oficina a receita elaborada foi o bolo de laranja feito com farinha de arroz, a nutricionista demonstra na prática o passo a passo e dá dicas culinárias relacionadas ao cereal. O momento conta com a participação da coordenadora do Provarroz, Camila Pilownic Couto.

Carolina avalia de forma positiva a atividade. “Grupos muito interessados em aprender e bastante interativos. Houve uma troca de conhecimento muito boa, os mais diversos temas sobre o arroz e seus coprodutos foram deliberados: variedades do arroz, o cereal na alimentação, cuidados com pessoas celíacas. Para os celíacos a farinha de arroz é uma alternativa à farinha de trigo, pois não contém glúten, além de ser rica em nutrientes”, evidencia Carolina.

Para a professora da UFPel, Márcia Arocha Gularte ações que disseminam conhecimento sobre alimento arroz são muito valorosas para os consumidores. “Essas oficinas tem melhorado e aumentado o alcance de informações sobre o cereal para a população. O consumidor é quem mais se beneficia, pois conhece além das formas convencionais de se utilizar o alimento. Quanto mais houver atividades que incentivem o uso do grão e de seus coprodutos, mais teremos opções no mercado para consumir. Em Pelotas, por exemplo, ainda enfrentamos dificuldades para encontrar a farinha de arroz. Palestras e oficinas como essa são importantíssimas e devem continuar. Já participei de várias com a nutricionista, Carolina Pitta, ela transmite muito conhecimento, é uma ótima profissional”, completa Márcia.

Os participantes receberam brindes (farinha de arroz e massa de arroz negro) de marcas parceiras, Maninho e Josapar. Além da distribuição de materiais do Provarroz com receitas a base de farinha de arroz.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink