Arroz

Provarroz realiza palestra em Novo Hamburgo

Irga ministrou a palestra “Os benefícios do consumo de arroz para a saúde” na USF Palmeira, em Novo Hamburgo
Por:
177 acessos

Na quarta-feira (25) a nutricionista do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Carolina Pitta, ministrou a palestra “Os benefícios do consumo de arroz para a saúde” na Unidade de Saúde da Família (USF) Palmeira, em Novo Hamburgo. A ação faz parte do Programa de Valorização do Arroz (Provarroz) do Irga, em parceria com o projeto social HiperDia (Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos) proposto pelo Ministério da Saúde. O encontro contou com a presença de agentes de saúde, funcionários, farmacêutica, médico, alunos de medicina na Feevale e pacientes diabéticos e hipertensos.

A nutricionista da autarquia conversou com o público sobre aspectos relacionados à alimentação, importância da ingestão de fibras e do amido resistente presente no arroz parboilizado e no integral. Além de esclarecer e sanar dúvidas referentes ao consumo arroz e seus derivados, como a farinha de arroz, por exemplo.

Carolina recomenda que pacientes como hipertensão arterial e diabetes optem por consumir o arroz parboilizado ou integral, pois apresentam menor índice glicêmico e ajudam a melhorar a ação da insulina. “O arroz deve estar presente no prato da população, mesmo os idosos com diabetes e ou hipertensão”, destaca Carolina.

O convite para realizar a palestra na USF Palmeira partiu da farmacêutica Taiana Luíze Baldissera. Para a farmacêutica, o tema ajudou a derrubar mitos com relação ao arroz e orientou os grupos com patologias a consumir o grão e seus derivados com mais tranquilidade.

“Convidei a nutricionista do Irga por ter ouvido só elogios do encontro que ocorreu na USF Mundo Novo no ano passado. Gostei muito da palestra realizada em nossa USF, a conversa foi dinâmica, permitindo a fácil compreensão do público”, conta Taiana. Ao final da palestra o público pôde degustar o bolo de laranja feito com farinha de arroz pela nutricionista do instituto.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink