Quadrilha que roubava tratores no PR e SP é presa
CI
Agronegócio

Quadrilha que roubava tratores no PR e SP é presa

Oito integrantes foram presos e três armas e cinco veículos apreendidos em cinco cidades do PR e SP
Por:

Oito integrantes de uma quadrilha de roubo de tratores presos ou autuados em cinco cidades do Paraná e São Paulo e três armas e cinco veículos apreendidos. Este foi o resultado de uma operação, que envolveu 30 policiais civis e militares na manhã dessa quinta-feira (22-02). O bando estava sendo investigado desde agosto do ano passado e teria sido responsável pelo desaparecimento 15 máquinas de propriedades rurais.

Os policiais cumpriram mandados de prisão temporária, busca e apreensão e sequestro de veículos em Astorga, Florestópolis, Porecatu, Centenário do Sul e Presidente Prudente (SP). Foram presos Gilberto Ferreira do Amaral, Valdomiro Aparecido da Silva, Hugo Leonardo Ferreira, Ronaldo Pedro da Cruz, Thiago Domingues de Azevedo e Euclides Donizete Carvalho. Todos estão detidos em Centenário do Sul. Ricardo Alves Ramos e Valdair Tavares de Oliveira, que já estavam detidos na Cadeia Pública de Porecatu, foram autuados por roubo.

Foram recolhidos uma caminhonete Montana, duas motos, um Monza e um caminhão Mercedes Benz. A operação resultou ainda na apreensão de dois revólveres calibre 32, um 38, um simulacro de pistola, um carregador de pistola, 60 cartuchos de munição e seis celulares.

Apenas um mandado de prisão temporária não foi cumprido. A investigação foi encabeçada pelo delegado Elisandro de Souza Correia, de Centenário do Sul, e teve participação de policiais paranaenses e paulistas.

Segundo a polícia, a quadrilha fazia um levantamento prévio da propriedade rural, inclusive aproximando-se dos moradores para obter informações sobre as potenciais vítimas. As ações ocorriam durante a noite, quando o grupo rendia e mantinha as vítimas reféns até que as máquinas agrícolas fossem levadas para o estado vizinho.

De acordo com o delegado-chefe da 10 Subdivisão Policial, Sérgio Luiz Barroso, a investigação agora deverá buscar quem são os receptores dos tratores roubados. É provável que identifiquemos novas vítimas e mais comparsas da quadrilha, declarou.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink