Qualidade da água é estratégica para a Piscicultura

Piscicultura

Qualidade da água é estratégica para a Piscicultura

Extensionistas do Escritório da Emater/RS-Ascar visitaram piscicultores já consolidados na atividade de criação de peixes no município
Por:
860 acessos

Extensionistas do Escritório da Emater/RS-Ascar de Passo do Sobrado visitaram piscicultores já consolidados na atividade de criação de peixes no município, com intuito de avaliar a qualidade da água e também de conhecer a experiência destes produtores. A atividade aconteceu na semana passada (14/03), na localidade do Corredor dos Rosas, na propriedade dos agricultores Valmor e Adriana Eisermann e de Claudio e Deise Xavier. Também acompanharam a visita o assistente técnico estadual da Emater/RS-Ascar de Piscicultura, Henrique Bartels, e o assistente técnico regional, José Cláudio Secchi Motta.

Durante a visita, foram recolhidas amostras de água do açude, verificando a turbidez, níveis de oxigênio, temperatura, alcalinidade, dureza e pH. ?Estes aspectos, somados ao manuseio, densidade de peixes e histórico, entre outros fatores, dão um diagnóstico sobre a qualidade d agua, fornecendo subsídios ao produtor rural das providências e encaminhamentos a serem tomados, mesmo sendo a suspenção de uma adubação ou calagem?, explica o técnico em Agropecuária da Emater/RS-Ascar, Maikel Marlon Moraes.

Segundo o extensionista, as famílias possuem como principal atividade a produção do tabaco, mas há anos têm trabalhando com a diversificação das atividades produtivas, entre elas a piscicultura. As duas famílias juntas somam quase seis hectares de lamina d?água, e vêm batendo boas médias de produção, conseguindo atingir cerca de 5 kg/carpa em 23 meses ou dois verões, contra a média gaúcha de 2,5 kg/carpa. Hoje as principais espécies criadas nas propriedades são carpas, seguidas por tilápias e traíras. A produção é comercializada para compradores especializados e também na propriedade rural, como planeja o produtor Claudio Xavier para a Semana Santa deste ano.

No município de Passo do Sobrado são comercializadas em média 12 toneladas de peixe por ano. ?Praticamente em toda propriedade existe alguma forma de piscicultura para subsistência. Porém são 14 produtores significativos na comercialização e que aplicam técnicas para potencializar a produção?, conclui o extensionista.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink