Quanta soja é usada para fabricar um produto?
CI
Imagem: Pixabay
CURIOSIDADE

Quanta soja é usada para fabricar um produto?

Empresa criou uma espécie de calculadora
Por: -Leonardo Gottems

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS), plataforma global que promove a produção, o processamento e a comercialização responsável da soja nível global, desenvolveu o Sistema de Fatores de Conversão e a Calculadora de Pegada de Soja, uma ferramenta que permite aos usuários calcular de maneira prática e rigorosa a quantidade de soja utilizada como insumo para a produção de determinados produtos.  

Com isso, a pergunta de quanta soja é utilizada na fabricação de alguns produtos poderá enfim ser respondida. De acordo com a entidade, a soja frequentemente não está visível no produto final ou não é utilizada de forma direta no processo de elaboração, mas seus subprodutos (farinha, óleo, lecitina, pellet de casca, etc.) integram os produtos que encontramos nas gôndolas do supermercado. “Por essa razão, é difícil conferir se a soja foi utilizada direta ou indiretamente nos alimentos que consumimos, e mais difícil ainda é quantificar o volume total que eles contêm”, comenta. 

“A ferramenta é pública e gratuita, e funciona como qualquer outra máquina de calcular: Selecionando o tipo de produto (de soja, ração animal ou de consumo humano) e digitando o volume (toneladas, quilogramas, litros), obtém-se o resultado e a quantidade de soja necessária como ingrediente para a elaboração do produto selecionado”, explica, através de sua assessoria de imprensa. 

“Para realizar os cálculos, a calculadora utiliza o Sistema de Fatores de Conversão RTRS, um método de conversão que foi desenvolvido a partir de um rigoroso trabalho técnico e de pesquisa. Esse trabalho incluiu o entendimento e análise de cada uma das etapas dos processos de produção da soja e seus resultados, a fim de obter e entregar informação precisa e necessária para realizar um cálculo adequado da soja consumida e contida nos diversos produtos analisados para esta fase da ferramenta”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink