Queda de medida antidumping vai sufocar ainda mais produtores de leite

Leite

Queda de medida antidumping vai sufocar ainda mais produtores de leite

Determinação do governo de retirar taxa da União Europeia e Nova Zelândia pode decretar fim da atividade a muitas famílias
Por:
206 acessos

A Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando) está contatando o Ministério da Agricultura e parlamentares ligados ao setor para que seja revista a decisão relativa à suspensão da taxa antidumping sobre o leite importado da União Europeia e da Nova Zelândia. A medida foi publicada no Diário Oficial da União na última semana e desde então vem causando preocupação aos produtores de leite do país.

Conforme o presidente da Gadolando, Marcos Tang, o Brasil não pode simplesmente abrir mão das tarifas e ver suas prateleiras inundadas com o leite europeu e neozelandês, pois estes produtores das outras nações produzem em condições nas quais os brasileiros, devido à grandes taxas e ao preço dos insumos no país, não podem competir. "Isso significaria o amassamento ainda maior e o fechamento de negócios dos produtores, sobretudo aqueles que produzem na economia familiar. O produtor de leite já está pagando muito caro para produzir leite no Brasil e está sufocado trabalhando sem margem de lucro", destaca. 

Tang salienta que, apesar das dificuldades encontradas pelos produtores de leite, os mesmos ainda lutam por serem apaixonados pela criação e ainda estão na atividade vislumbrando dias melhores. O dirigente ressalta que esta notícia deste novo governo, que foi apoiado por muitos produtores rurais, realmente é um desalento. "Não podemos pagar mais esta conta, não podemos mais ficar quieto e não vamos ser amassados em silêncio", observa.

A medida partiu do Ministério da Economia, fazendo parte do plano macroeconômico proposto pelo governo federal. As tarifas existiam desde 2001 e foram impostas com o apoio da Organização Mundial do Comércio (OMC), já que a produção de leite nestes países é altamente subsidiada por seus governos. Atualmente, os produtores brasileiros, em especial os gaúchos, já vem sofrendo duramente com a concorrência da entrada de leite dos países do Mercosul, principalmente do Uruguai.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink