Queda na bolsa chinesa e a alta dos insumos alertam mercado
CI
Agronegócio

Queda na bolsa chinesa e a alta dos insumos alertam mercado

Na cotação da soja, houve queda de 15,25 centavos de dólar por bushel
Por:

A queda abrupta da bolsa chinesa na última terça-feira (27-02) provocou um forte movimento de venda na bolsa de Chicago por parte dos fundos de investimento. Na cotação da soja, houve queda de 15,25 centavos de dólar por bushel, equivalente a uma perda de US$ 0,34/saca em relação ao pregão anterior.

Os contratos para o primeiro vencimento, março/2007, encerraram o pregão a US$ 16,83/saca contra US$ 17,17/saca do dia anterior.

A queda registrada em Chicago nos preços do milho e trigo também colaborou para afetar o "superciclo das commodities". Por outro lado, existe no mercado um certo receio de desaceleramento da economia chinesa, o que tem impacto negativo no mercado internacional.

A estimativa é de que em março, os preços estejam cerca de 20% superiores aos registrados em agosto de 2006. Naquele mês, a tonelada da uréia - principal nitrogenado usado na mistura do fertilizante - custou US$ 289 no mercado brasileiro. Para março, esse valor será de US$ 340, alta de 17,4%. Especialisas recomendam atência com preço do insumo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink