Rebanho mato-grossense cresce 1,5% mesmo com morte de pastagens
CI
Agronegócio

Rebanho mato-grossense cresce 1,5% mesmo com morte de pastagens

Com isto, o Estado soma 29,2 milhões de cabeças
Por:
Mesmo com prejuízos de R$ 3 milhões ocasionados pela morte de pastagens, os pecuaristas mato-grossenses conseguiram aumentar o rebanho em 440 mil, alta de 1,5 % quando comparado com 2010. Com isto, o Estado soma 29,2 milhões de cabeças, maior rebanho do país segundo o Instituto de Defesa Animal (Indea).


Os números são referentes a 2011, quando 195,19 mil toneladas de carne bovina foram exportadas pelo Estado. Entre os destinos, a Venezuela é o destaque já que o volume adquirido cresceu 119,1%, passando de 16,3 mil toneladas (2010) para 35,8 mil (2011). Porém, mesmo com o considerável crescimento, o maior comprador do produto é o Oriente Médio, com 60,9 mil toneladas, o que representa 31,2% do total exportado no ano.

A Rússia também está na relação. Nesta localidade, o embargo da carne brasileira entrou em vigor em junho do ano passado, no entanto, o volume exportado antes deste período atingiu 27,3 mil toneladas, o que representa 14% dos envios do ano, ficando como o terceiro maior comprador da carne mato-grossense.


Diferente da chuva que tem atrapalhado a colheita de soja, a alta precipitação pluviométrica é vista com bons olhos aos pecuaristas. Com a continuidade deste período, a oferta de gado terminado apresentou maior disponibilidade que a observada na praça paulista e região, beneficiando com isso a estratégia do comprador, que vem pressionando o preço da arroba para baixo.

Nas últimas semanas, enquanto o indicador do Cepea passou a registrar alta, saindo de R$ 96,33 no dia 6 para 98,77 no dia 20, o preço da arroba do boi gordo mato-grossense no mesmo período acumulou queda, partindo de R$ 88,48 para R$ 85,79 na sexta-feira. No Médio Norte, a arroba finalizou a semana em R$ 87, cerca de R$ 2 a menos que na semana anterior.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.