Receita com exportação de café cresce 14% no ano
CME MILHO (SET/20) US$ 3,244 (-0,18%)
| Dólar (compra) R$ 5,43 (1,13%)


Agronegócio

Receita com exportação de café cresce 14% no ano

Por:
0 acessos

A receita com as exportações brasileiras de café verde e solúvel aumentou 14,1% nos cinco primeiros meses do ano e atingiu US$ 707,1 milhões, em comparação aos US$ 619,6 milhões obtidos pelas empresas entre janeiro e maio de 2003, segundo dados divulgados pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Em volume, ao contrário, os embarques no período de janeiro a maio caíram 10%, para 9,6 milhões de sacas (60 quilos), em comparação com as exportações de 10,749 milhões de sacas nos cinco primeiros meses de 2003, informou Guilherme Braga, diretor superintendente do Cecafé.

"A menor disponibilidade de café no mercado interno e a melhoria nos preços no Brasil e no exterior são responsáveis pelo desempenho das empresas exportadoras de café", afirma ele.

De acordo com o executivo, a perspectiva para o ano é de que as receitas cambiais com as vendas de café no mercado internacional crescem até 20% e totalizem algo em torno de US$ 1,85 bilhão. No ano passado, segundo os dados do Cecafé, a receita com o café atingiu US$ 1,55 bilhão. Em termos de volume, a expectativa do Cecafé para o ano é de que os embarques mantenham-se estáveis, em torno de 25 milhões ou 26 milhões de sacas, em relação ao ano passado.

No primeiro semestre, a estimativa inicial era de que o volume oscilasse em torno de 10,5 milhões de toneladas, mas agora a previsão é de que os embarques atinjam algo entre 11,2 milhões e 11,3 milhões de toneladas de café.

Safra nova

A colheita de café prossegue no Brasil e a expectativa é de que a colheita atinja 40 milhões de sacas neste ano-safra 2004/05. "É um bom volume", diz Guilherme Braga. Na safra anterior, a 2003/04 o volume produzido no País oscilou em cerca de 30 milhões de sacas

Apenas no mês de maio, as exportações de café totalizaram US$ 153,9 milhões, aumento de 19% em comparação com os US$ 129,2 milhões obtidos no mesmo mês do ano passado. Em volume, os embarques foram praticamente estáveis, ou 2,011 milhões de sacas em maio, 0,2% menos em relação aos 2,015 milhões de sacas em 2003.

Riscos de geada

Uma notícia que deixa os cafeicultores brasileiros em estado de alerta é a perspectiva de geadas nas regiões produtoras, o que poderia prejudicar as lavouras. Na quarta-feira, o Ministério da Agricultura, divulgou nota com novo alerta meteorológico "sobre riscos de perdas nas lavouras por causa de problemas climáticos ocorridos nas regiões produtoras". A maior preocupação recai em relação aos produtores do Paraná.

A estimativa da meteorologia, segundo informou o ministério, é de riscos de perdas nas lavouras de café com as possíveis geadas que podem ser formadas na madrugada de sábado e domingo na maioria das regiões do estado, inclusive nas áreas cafeeiras do estado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink